Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/55696

TitleAplicação de uma prova brasileira de vocabulário expressivo em crianças falantes do português europeu
Other titlesApplication of a brazilian test of expressive vocabulary in european portuguese children
Author(s)Cáceres-Assenço, Ana Manhani
Ferreira, Sandra Cristina Araújo
Cruz-Santos, Anabela
Befi-Lopes, Debora Maria
KeywordsVocabulário
Linguagem
Testes de linguagem
Desenvolvimento da linguagem
Criança
Language development child
Language tests
Vocabulary language
Vocabulary
Language
Language Development
Child
Issue date2018
PublisherSociedade Brasileira de Fonoaudiologia
JournalCoDAS
CitationCáceres-Assenço, A. M., Ferreira, S., Cruz-Santos, A., & Befi-Lopes. D. (2018). Aplicação de uma prova brasileira de vocabulário expressivo em crianças falantes do Português Europeu. CoDAS, 30(2). doi: 10.1590/2317-1782/20182017113
Abstract(s)Objetivo: investigar o desempenho de crianças falantes do Português Europeu em prova brasileira de vocabulário expressivo, buscando apontar se existem diferenças entre as faixas etárias e o gênero, além de verificar sua aplicabilidade nesta população. Método: a amostra foi constituída de 150 crianças em desenvolvimento típico, de ambos os gêneros, com idade entre 5 e 6 anos. Todas frequentavam escolas de ensino públicas na região norte de Portugal. Para avaliação do desempenho semântico, foi utilizada a prova do vocabulário expressivo do teste de linguagem infantil – ABFW, considerando a porcentagem de designações verbais usuais e a classificação (adequado / inadequado) de acordo com os valores de referência brasileiros. Resultados: o desempenho das crianças portuguesas indicou que aos 6 anos elas têm maior porcentagem de acertos no vocabulário expressivo. Quanto ao gênero, houve apenas diferenças pontuais: as meninas demonstraram maior domínio nos campos semânticos vestuário (em ambas as idades) e móveis e utensílios (aos 5 anos), já os meninos demonstraram maior domínio no campo semântico meios de transporte (6 anos). Com relação à classificação, não houve diferença entre as faixas etárias no desempenho geral, apenas o campo semântico formas e cores teve mais indivíduos de 6 anos com desempenho inadequado. Conclusão: os valores de referência adotados na população brasileira para classificação do desempenho indicaram que mais de 80% das crianças de cada faixa etária poderiam ser classificadas com desempenho adequado, o que sugere que tal prova possua potencial como instrumento de avaliação quantitativa do vocabulário em Português Europeu nesta faixa etária.
Objective: to investigate the performance of European Portuguese children in a Brazilian test of expressive vocabulary, seeking to identify differences between age groups and gender, and to verify its applicability in this population. Methods: the sample consisted of 150 typical developed children, of both genders, between the ages of 5 and 6. All children attended public schools in the north area of Portugal. To assess the semantic performance, the expressive vocabulary sub-test of the language test (ABFW) was used, considering the percentage of usual verbal assignments and the classification (adequate/inadequate) according to the Brazilian reference values. Results: the performance of the European Portuguese children indicated that at age 6 they have a higher percentage of correct answers in expressive vocabulary. As for the gender, there were only occasional differences: the girls showed a greater dominance in the semantic fields of clothing (both ages) and furniture and utensils (at age 5), whereas the boys showed more dominance in the semantic field means of transportation (6 years). Regarding classification, there was no difference between age groups in overall performance. Only the semantic field shapes and colors had more individuals of 6 years with inadequate performance. Conclusion: the reference values adopted in the Brazilian population for semantic performance indicated that more than 80% of the children of each age group could have their performance classified as adequate. Such evidence suggests that this tool shows potential as an instrument of quantitative vocabulary’s assessment of 5 and 6-years old children in European Portuguese.
Typearticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/55696
DOI10.1590/2317-1782/20182017113
ISSN2317-1782
Publisher versionhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-17822018000200304&lng=pt&tlng=pt
Peer-Reviewedyes
AccessopenAccess
Appears in Collections:CIEd - Artigos em revistas científicas internacionais com arbitragem


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis