Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/55503

TitleCocriação de valor na promoção de práticas adequadas à segurança dos pacientes: projeto de segurança numa organização de saúde
Author(s)Gomes, Sara Raquel Rocha da Cunha Lamosa
Advisor(s)Sá, Elisabete
Silva, Joaquim
KeywordsCocriação
Paciente
Segurança
Qualidade
Saúde
Co-creation
Patient
Safety
Quality
Health care
Issue date2018
Abstract(s)No contexto de internamento hospitalar, um evento adverso define-se como um incidente que resulta num dano num paciente (Conselho da União Europeia, 2009), podendo implicar incapacidade permanente, temporária ou morte, associando-se ao prolongamento do internamento e custos adicionais. A segurança dos pacientes passa por evitar a exposição de um paciente a um dano desnecessário real ou potencial associado à prestação de cuidados de saúde (Conselho da União Europeia, 2009). A partir de uma abordagem multifacetada, apoiada nas perspetivas de diferentes atores intervenientes num internamento, o presente estudo tem o duplo propósito de contribuir para aprofundar o conhecimento científico sobre a temática da Segurança dos Pacientes num internamento hospitalar e desenvolver um projeto de prevenção e promoção de práticas adequadas à Segurança. Assim, este estudo foi desenvolvido com base num conhecimento técnico, e com um olhar na perspetiva teórica da cocriação de valor. Realizou-se um estudo de caso de cariz qualitativo, com uma orientação epistemológica interpretativa, por meio da realização de entrevistas semiestruturadas a profissionais de saúde, pacientes e familiares/cuidadores. O caso de estudo decorreu num hospital público da região norte de Portugal. Os resultados mostram que existe um significativo desconhecimento sobre práticas de segurança durante um internamento, principalmente por parte dos pacientes e familiares/cuidadores. Atores estes fundamentais para a promoção e prevenção de práticas de segurança durante um internamento hospitalar. Adicionalmente, observou-se uma postura passiva dos mesmos atores no processo de segurança durante o internamento, os quais não são envolvidos em práticas de segurança pelos profissionais de saúde. Constatou-se igualmente a inexistência de protocolos que fomentem a transmissão da informação aos pacientes e familiares/cuidadores, sobre esta temática, apesar destes serem preconizado pelas diretrizes emanadas pelo Ministério da Saúde. Como resultado do trabalho de investigação, desenvolveu-se um projeto de intervenção, com o envolvimento dos pacientes e restantes intervenientes, o qual terá implicações práticas na prevenção de eventos adversos, pretendendo-se assim contribuir para a diminuição da sua ocorrência durante o internamento, tornando-o mais seguro.
In the context of hospital admission, an adverse event is defined as an incident that results in injury to a patient (Council of the European Union, 2009), which may involve permanent, temporary or death incapacity, associated with prolonged hospitalization and additional costs (Donabedian, 2003). Patient safety involves avoiding a patient's exposure to actual or potential unnecessary harm associated with the provision of health care (Council of the European Union, 2009). Based on a multi-faceted approach, based on the perspectives of different actors involved in an inpatient care, the present study has the dual purpose of contributing to deepen the scientific knowledge on the subject of Patient Safety in a hospital stay and to develop a project to prevent and promote practices. Thus, this study was developed from the point of view of value creation, for which a qualitative case study was carried out, with an interpretative epistemological orientation, through semi-structured interviews with health professionals, patients and family / caregivers. The case study was conducted in a public hospital in the northern region of Portugal. The results show that there is a significant lack of knowledge about safety practices during hospitalization, mainly by patients and family / caregivers. These actors are fundamental for the promotion and prevention of safety practices during a hospital stay. In addition to the lack of knowledge about the subject, there was a passive attitude of the same in the security process during hospitalization, it was verified that they are not involved. Another fact was the lack of protocols that encourage the transmission of information to patients and family / caregivers, on this theme. Despite being recommended by the guidelines issued by the Ministry of Health. With the present work, through the involvement of patients and other stakeholders, a project was created with practical implications for the prevention of adverse events, aiming to contribute to the reduction of its occurrence during hospitalization, making it safer.
TypeMaster thesis
DescriptionProjeto de mestrado em Gestão de Unidades de Saúde
URIhttp://hdl.handle.net/1822/55503
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
EEG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sara+Raquel+Rocha+da+Cunha+Lamosa+Gomes.pdf
  Restricted access
4,09 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID