Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/55501

TitleA influência das práticas extralaborais na motivação dos colaboradores
Other titlesThe influence of extra-work practices on employee motivation
Author(s)Martins, André Filipe Meira
Advisor(s)Ribeiro, José João Correia Leite
KeywordsGestão de recursos humanos
Motivação
Extralaboral
Stresse laboral
Cultura organizacional
Benchmarking
Liderança
Human resource management
Motivation
Extra-work
Labor stress
Organizational culture
Leadership
Issue date2018
Abstract(s)Esta investigação apresenta-se como um aprofundamento à temática das práticas extralaborais e incentivos não-monetários. O objetivo central do estudo parte por tentar perceber em que medida estas práticas exercem influência sobre a motivação dos colaboradores. A abordagem qualitativa foi a metodologia adotada, e, para além da relação deste tipo de práticas com a motivação, também se abordaram outros aspetos como o stresse no trabalho, a variável desempenho e algumas práticas de gestão de recursos humanos. Dois rankings das “melhores empresas para se trabalhar” referentes à revista Exame (Portugal) e Fortune (EUA), ambos do ano transato, 2017, são evidenciados no estudo. Com este trabalho, pretende-se demonstrar a importância de atividades extralaborais sobre fatores como o bem-estar, satisfação e motivação do indivíduo. Num mercado de trabalho em crescente competitividade, procuram-se cada vez mais formas de “estimular” a motivação do colaborador, variável enfatizada nos estudos sobre o comportamento organizacional. A aposta por parte das empresas em incentivos nãomonetários tem sido cada vez maior, o que nos leva a conceber uma questão. Será que atualmente o dinheiro se assume como o principal fator motivador em meio laboral?
This research presents itself as a deepening of the theme of extra-labor practices and non-monetary incentives. The main issue of this study begins by trying to understand in what extent these practices have an influence on employee motivation. The qualitative approach was the adopted methodology and, in addition to the relationship between these practices and motivation, other aspects such as work stress, performance variable and some human resource management practices were approached. Two rankings of the "best companies to work in" referred in the magazines Exame (Portugal) and Fortune (USA), both of the previous year (2017), are highlighted in the study. With this work, it is intended to demonstrate the importance of extra-occupational activities on factors such as well-being, satisfaction and individual motivation. In an increasingly competitive labor market, more and more ways are being sought to "stimulate" employee motivation, a variable emphasised in studies about organizational behavior. Companies’ bet on non-monetary incentives has been increasing, which leads us to the following question. Nowadays, does money assume itself as the main motivating factor in the workplace?
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Gestão de Recursos Humanos
URIhttp://hdl.handle.net/1822/55501
AccessEmbargoed access (3 Years)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
EEG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertac_a_o+Andre_+Martins.pdf
  Until 2022-01-01
3,08 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID