Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/55473

TitleDashboards para índices de bem-estar citadinos
Other titlesDashboards for urban well-being indexes
Author(s)Rebelo, Bruno Filipe Fernandes
Advisor(s)Belo, Orlando
KeywordsCidades inteligentes
Qualidade de vida
Business intelligence
Operational intelligence
Dashboards
Índice de bem-estar
Aplicações em tempo real
Smart cities
Quality of life
Business intelligence
Operational intelligence
Well-being index
Real-time applications
Issue date2017
Abstract(s)A grande deslocalização de pessoas de áreas rurais para zonas urbanas obrigou à criação de novas e melhores infraestruturas nos ambientes citadinos, de forma a se poder assegurar padrões de qualidade de vida adequados. A criação de cidades inteligentes tem como objetivo melhorar a qualidade de vida das pessoas e do meio que as rodeia, garantido uma melhor resposta dos serviços com que interagem em ambientes citadinos. Os habitantes das cidades costumam tecer opiniões concretas sobre a sua cidade. A possibilidade de recolher e conciliar essas opiniões é muito interessante para quem tem que reger tais ambientes, pois estas podem permitir a identificação de alguns pontos fortes e fracos dos vários aspetos de uma cidade. Com esse conhecimento, um gestor poderá, de forma mais suportada, com informação proveniente dos habitantes da cidade, saber qual o efeito das suas decisões através do recurso a um conjunto de dashboards que incluam índices de bem-estar, conjugando os vários elementos recolhidos e refletindo a apreciação das pessoas sobre a cidade, em tempo real. Os dashboards citadinos, quando dimensionados e implementados de forma adequada, constituem um instrumento importante para avaliação da qualidade de vida numa cidade. Neste trabalho de dissertação, apresentar-se-á a forma como tais dashboards podem ser projetados e implementados, suportados por um caso de aplicação concreta que discutiremos com detalhe.
The large relocation of people from rural to urban areas obligated the creation of new and better infrastructures in the urban environments, in order to ensure adequate standards of quality of life. The creation of smart cities aims to improve the quality of life of people and the environment that surrounds them, ensuring a better response to the services they interact with in urban environments. The citizens of the cities tend to have concrete opinions about their city. The possibility of collecting and conciliating these opinions is very interesting for those who have to govern such environments, as these can allow the identification of some strengths and weaknesses of the various aspects of a city. With this knowledge, a manager can, in a more supported way, with information from the inhabitants of the city, know the effect of their decisions through the use of a set of dashboards that include well-being indexes, combining the various elements collected and reflecting people's appreciation of the city in real time. The city dashboards, when properly dimensioned and implemented, are an important tool for evaluating the quality of life in a city. In this dissertation, it will be presented the way in which such dashboards can be designed and implemented, supported by a concrete application case that we will discuss in detail.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Engenharia Informática
URIhttp://hdl.handle.net/1822/55473
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Bruno-Filipe-Fernandes-Rebelo-dissertação.pdf
  Restricted access
3,49 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID