Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/55410

TitleO impacto do desempenho ambiental no risco financeiro de uma empresa
Author(s)Oliveira, Duarte Nuno Martins da Cunha
Advisor(s)Areal, Nelson
Issue date2018
Abstract(s)Num mundo cada vez mais populoso e tecnológico, acresce a necessidade de recursos naturais, o que coloca a Natureza sob grande pressão. Dessa forma, a população mundial começou a consciencializar-se de que os recursos são finitos, e que é preciso geri-los cuidadosamente. Essa consciencialização acaba também por se verificar no mundo empresarial, onde empresas com ações nefastas para o meio ambiente são penalizadas pelo público, quer através de menores receitas, quer através de piores desempenhos nos mercados financeiros, e também pelos governos, através de pesadas multas. Contudo, autores como Friedman argumentam que investimentos socialmente responsáveis (nos quais se incluem os investimentos ambientais) se tratam de problemas de agência. Dessa forma, este trabalho pretende verificar se efetivamente existe uma relação entre o desempenho ambiental e o risco financeiro, procurando também verificar qual dos argumentos teóricos poderá estar mais próximo da verdade. Para esta dissertação foram utilizadas as bases de dados da Asset4, especificamente a lista Asset4 US e as listas DeadUS. A amostra engloba apenas empresas transacionadas nos EUA para o período entre 2002-2016. Para as medidas de risco utilizei dados entre 2002-2017 devido à necessidade de fazer testes de robustez a 24. A amostra final contempla 1172 empresas. Como variável dependente é utilizado o risco financeiro que é calculado através do desvio-padrão dos retornos, do prémio de risco de mercado dos modelos CAPM, Fama e French de 3 e 5 fatores e Carhart de 4 fatores, e através da assimetria e do semi-desvio-padrão, sendo o desempenho ambiental a principal variável independente em estudo. Para a análise utilizei um modelo OLS, um modelo de efeitos fixos de empresa e um modelo 2SLS. Os resultados obtidos indicam que não há relação entre o desempenho ambiental e o risco total de uma empresa, tal como também não encontro evidência estatística de alguma relação entre o desempenho ambiental e o risco de perda. No entanto, há uma relação positiva e estatisticamente significativa entre o desempenho ambiental e o risco sistemático. Este estudo comprova ainda que não existe evidência estatística de que o desempenho ambiental tenha impacto diferenciado em empresas com melhores ou piores desempenhos ambientais.
Since the end of the second World War, the earth’s population has grown significantly. The needs of such population have put the planet under big pressure. The natural resources are scarce, and some of them are finite. If we push the planet too hard, we may end up causing irreversible environmental damages. The world’s population has noticed this problem and in the need of a cautious management of the resources. This growing awareness also applies to the business world, where investors penalize firms with poor environmental practices. This penalization occurs via a lower demand and revenues, through fines and law suits, as well as through lower reputation. However, Friedman infers that social responsible investments (which include environmental investments) are agency problems. With this work, I seek to investigate if there is a relationship between corporate environmental performance and firm risk and which arguments better suit the empirical evidence. I used the Asset4 database, specifically the Asset4 US and the six lists of DeadUS companies. The sample includes 1172 US firms for the 2002-2016 time period. For risk measures I used data between 2002-2017. I also calculated the risk measures for a 24-month period as robustness check. As proxies for financial risk I used the CAPM’s market risk premium, the market risk premium of the Fama and French 3 and 5 factor models, the market risk premium of the Carhart 4 factor model, the standard deviation, the skewness of the returns and the downside standard deviation. The main independent variable is corporate environmental performance. In my analysis, I perform an OLS regression controlled with year and industry dummies, a fixed effects model with firm fixed effects and a 2SLS model. I found no statistical evidence of a relationship between corporate environmental performance and total and downside risk, however I found a positive relationship between corporate environmental performance and systematic risk. I also didn’t find evidence of a different relationship between corporate environmental performance and firm risk for top and bottom companies in environmental issues.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Finanças
URIhttp://hdl.handle.net/1822/55410
AccessEmbargoed access (2 Years)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
EEG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O+Impacto+do+Desempenho+Ambiental+no+Risco+Financeiro+de+uma+Empresa.pdf
  Until 2021-01-01
601,35 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID