Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/55050

Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorAntunes, Maria da Conceição Pintopor
dc.contributor.authorAlmeida, Nádia Patrícia Vieira depor
dc.date.accessioned2018-06-13T09:44:18Z-
dc.date.issued2017-
dc.date.submitted2017-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1822/55050-
dc.descriptionRelatório de estágio de mestrado em Educação (área de especialização em Educação de Adultos e Intervenção Comunitária)por
dc.description.abstractO envelhecimento progressivo da população constitui, atualmente, um facto preocupante e, ao mesmo tempo, desafiante. Foi visto, durante centenas de anos, como algo negativo, onde não havia espaço para a aprendizagem e para o enriquecimento pessoal. Porém, devido a uma série de fatores, esta visão foi-se alterando, ainda que a um ritmo moroso. Atualmente, o envelhecimento já não é perspetivado como algo negativo, mas sim como uma etapa da vida, na qual o idoso pode usufruir de determinadas oportunidades, protagonizadas pelas respostas sociais existentes. O presente projeto – que decorreu numa Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI) – teve como finalidade a “promoção do bem-estar e da qualidade de vida dos idosos”. A nossa intervenção abrangeu cerca de vinte e cinco (25) utentes, com caraterísticas muito próprias, com estilos e objetivos de vida distintos. Ao longo do desenvolvimento deste projeto tivemos por base metodologias intrínsecas ao paradigma de investigação qualitativo interpretativo-hermenêutico e orientamo-nos pelas diretrizes do método de Investigação – Ação – Participativa. Recorremos a técnicas de Investigação e a técnicas de intervenção, associadas à animação sociocultural. A partir dos interesses e necessidades dos participantes e tendo, ainda, em conta as carências existentes na instituição – que necessitavam ser colmatadas – criamos quatro (4) oficinas: da saúde e da alimentação saudável; da educação ambiental; da promoção da qualidade de vida; da promoção cultural. O grupo mostrou-se bastante satisfeito com as atividades implementadas e com vontade de aprender ainda mais, tal como os resultados demonstram. Muitos foram aqueles que partilharam: “podemos envelhecer, mas com sucesso”. Podemos afirmar que intervenção teve resultados positivos visto que, através dos inquéritos por questionário, os intervenientes salientaram as vantagens do projeto: aquisição de novas aprendizagens, partilha de conhecimentos e melhoria da qualidade de vida – a nível cognitivo, físico e social. Para além disso, os utentes frisaram ainda outros pontos positivos: os momentos de alegria, de descontração, de animação e, acima de tudo, de compreensão.por
dc.description.abstractNowadays the progressive aging of population is a concerning fact and at the same time challenging. This was seen, for hundreds of years, as something negative, where there wasn’t space for learning and personal enrichment. However, due to a series of factors, this vision has been changing, yet at a very slowly rhythm. Currently we can say aging is no longer seen as something sceptical, but as other stage of life, where the elderly can enjoy certain opportunities, starred by the existent social responses. This project – which took place in a Residential Structure to Elderly People – had as goal the “promotion of well-being and quality of life of elderly”. Our intervention included about twenty five (25) patients, with their very own features, different lifestyles and life goals. Throughout the development of this project we had as base methodologies intrinsic to the paradigm of interpretative-hermeneutic investigation and we were oriented by the guidelines of the investigation method – participative – action. We used also investigation and intervention techniques associated to sociocultural animation. From the interests and necessities and taking into account the needs existing in the institution – which needed to be solved – we created four (4) workshops: health, healthy food, environmental education, promotion of quality of life, cultural promotion. The group showed quite satisfied with the activities implemented and with will to learn even more, as shown in the results. Many were the ones who shared: “we can age, but with success”. We can state that the intervention had positive outcomes since, by surveys, the intervenients highlighted the advantages of the project: acquisition of new learnings, knowledge sharing and improvement on the quality of life – at cognitive, physical and social levels. Beyond that, the patients emphasized other positive points: moments of happiness, relaxation, joy, and above all, comprehension.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsrestrictedAccesspor
dc.subjectEducação de adultospor
dc.subjectEducação na terceira idadepor
dc.subjectEnvelhecimento ativopor
dc.subjectQualidade de vidapor
dc.subjectAdult educationpor
dc.subjectEducation in the elderlypor
dc.subjectActive agingpor
dc.subjectQuality of lifepor
dc.titleEnvelhecer com sucesso: um projeto de aprendizagem e partilha de conhecimentospor
dc.title.alternativeAging with success: a project of learning and sharing of knowledgepor
dc.typemasterThesiseng
dc.identifier.tid201907151por
thesis.degree.grantorUniversidade do Minhopor
sdum.degree.grade18 valorespor
sdum.uoeiInstituto de Educaçãopor
dc.subject.fosCiências Sociais::Ciências da Educaçãopor
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Nádia Patrícia Vieira de Almeida.pdf3,84 MBAdobe PDFVer/Abrir  Solicitar cópia ao autor!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis