Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/54748

TitleA relação entre o Contrato de Trabalho e o Contrato Psicológico: o caso de uma IPSS
Other titlesThe relationship between the legal contract and the psychological contract: the case of an Social Solidarity Institution
Author(s)Queirós, Inês Rainha de Barros
Advisor(s)Ferreira, Ana Paula
KeywordsContrato psicológico
Contrato legal de trabalho
Terceiro setor
Gestão de recursos humanos
Psychological contract
Legal contract
Third sector
Human resources management
Issue date2018
Abstract(s)Num contexto laboral, onde a realidade atual é a da flexibilidade, tanto nas formas de organização do trabalho como nos processos contratuais, as mudanças na relação entre empregador e empregado são um facto. Estudando-se o caso em concreto de uma IPSS portuguesa, o presente trabalho tem como objetivo central perceber a relação entre o tipo de contrato legal de trabalho (CT) e o contrato psicológico (CP), nomeadamente, perceber se o tipo de CT detido pelos trabalhadores influencia ou não a sua orientação de CP. Também foi evidenciado o papel das variáveis demográficas como determinantes do CP. Neste sentido e com vista a cumprir com o propósito do estudo, a presente investigação, no que se refere à tipologia dos CPs, vai ser orientada e enquadrada segundo o modelo de Rousseau (1995), analisando-se dois dos quatro tipos de contratos identificados pela autora: o transacional e o relacional, avaliados por um inquérito sob a forma de questionário com os itens de Millward e Hopkins (1998). Quanto à outra variável central do estudo, o CT, esta será estudada na vertente de contrato permanente e contrato temporário. Os principais resultados demonstram que, nesta IPSS, não é o tipo de CT que determina a orientação do CP dos trabalhadores. Uma amostra de orientação mais relacional, reforça o que a literatura refere sobre o setor: no Terceiro Setor os trabalhadores são fortemente envolvidos na organização por fatores de natureza intrínseca, comprometidos essencialmente na missão e nos valores da mesma.
In labor context, where the current reality is the flexibility, both in the forms of work organization and contract processes, changes in the relationship between employer and employee are a fact. Studying a portuguese Social Solidarity Institution, the main objective of this research is to understand the existing relationship between the type of legal contract and the psychological contract, namely, to realize if the type of legal contract held by workers influences or not its orientation of psychological contract. It was also evidenced the role of demographic variables as determinants of the psychological contract. To fulfill the purposes of this study, this work (regarding the typology of psychological contracts) will be developed according to the model of Rousseau (1995), analyzing two of the four types of contracts identified by the author: transactional and relational, evaluated in the form of a survey with items from Millward and Hopkins (1998). Regarding the other variable in study, the legal contract, it will be studied in the form of permanent and temporary contract. The main results reveal that, in this Social Solidarity Institution, it is not the type of legal contract that determines the orientation of worker´s psychological contract. A sample whose orientation is more relational, reinforces what the literature refers about this sector: in the Third Sector, workers are heavily involved in the organization by intrinsic factors and essentially committed to the mission and its values.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Gestão de Recursos Humanos
URIhttp://hdl.handle.net/1822/54748
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
EEG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Inês+Rainha+de+Barros+Queirós.pdf
  Restricted access
2,05 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID