Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/54190

TitleEntre o Estado e a sociedade – circulação de profissões da elite da política
Other titlesBetween the State and society – circulation of professions within the political elite
Author(s)Silva, Esser Jorge
Martins, Moisés de Lemos
KeywordsParresía
Elite
Fechamento
Profissionais extrapolítica
Legitimação
Parrhesia
Closure
Extra-political professionals
Legitimisation
Issue date2017
PublisherUniversidade do Minho. Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS)
JournalRevista Lusófona de Estudos Culturais
CitationSilva, E., & Martins, M. L. (2017). Entre o Estado e a sociedade–circulação de profissões da elite da política. Revista Lusófona de Estudos Culturais, 4(2), 151-172.
Abstract(s)Este artigo pretende, por um lado, explorar as ordenações teóricas que traçam a formação da classe eleita – ou as elites – transcorrendo a sua afirmação da circulação das profissões que acedem ao campo político e, por outro, entrecruzando os estudos de Foucault sobre parresía e elutéria com a noção weberiana de fechamento partidário, compreender o modo como os profissionais da política articulam a sua existência entre a vida civil e a vida estatal. Assim, esta análise orienta-se para a compreensão dos traços distintos dos grupos profissionais, enquanto característica objetiva para acesso e uso do poder em benefício próprio. Assente num estudo, que tem por base o caso dos deputados da Assembleia da República Portuguesa e na constatação que nela predominam “economistas”, “advogados” e “professores”, enquanto membros ativos, escrutam-se duas ordenações em coabitação nesta classe eleita: por um lado, entre o desapego, a ausência de medo e a capacidade de agir francamente, enunciados como qualidades interiores constituintes do político, e por outro lado, as práticas exteriorizadas com fins acobertados nas estratégias dos aparelhos partidários, formam-se duas configurações de sentido – a do político inteiro e a do político fracionado, ambos cultivados numa coexistência hegemónica, que enuncia, como modo extensivo da política, a transmutação da solidariedade ideológica para a introdução do antagonismo económico.
This article aims to explore the theoretical structures that influence the formation of the elite class – or the elites – analysing the affirmation of these structures within the circulation of professions that have access to the political sphere, while comparing Foucault’s studies on parrhesia and eluteria with Weber’s concept of social closure by means of political parties, to understand how political professionals articulate their existence between civil society and public service. This analysis is orientated towards understanding the distinct traits of professional groups, as an objective characteristic for access to, and use of, power for personal benefit. Based on a study of MPs of the Portuguese Assembly of the Republic and the finding that “economists”, “lawyers” and “teachers” are the predominant professions, detailed analysis is provided of two structures of cohabitation within this elite class: characterised on the one hand, by nonchalance, fearlessness and the capacity to act frankly, enunciated as constituent inner qualities of any politician, and on the other hand, by externalized practices, with hidden goals in the strategies of the party apparatuses. These two structures establish two configurations – that of the full-time politician and that of the fractioned politician, both of which are cultivated in a hegemonic coexistence, which expresses, as an extensive mode of politics, a transmutation of ideological solidarity for the introduction of economic antagonism.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/54190
ISSN2184-0458
e-ISSN2183-0886
Publisher versionhttp://rlec.pt/index.php/rlec/article/view/247
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CECS - Artigos em revistas nacionais / Articles in national journals

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_Silva_Martins_RLEC_PT.pdf281,31 kBAdobe PDFView/Open
2017_Silva_Martins_RLEC_EN.pdf261,4 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID