Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/52502

TitleDificuldades em ensinar frações no 1.º Ciclo do Ensino Básico
Author(s)Cardoso, Paula
Mamede, Ema
Issue date2017
PublisherAssociação de Professores de Matemática (APM)
JournalEducação e Matemática
Abstract(s)O conceito de fração é considerado complexo, mas, simultaneamente, fundamental na aprendizagem matemática das crianças. A literatura sugere que este conceito só está completamente adquirido quando o aluno é capaz de trabalhar com frações em todas as interpretações do conceito e de utilizar e traduzir frações em todos os modos de representação (concreto, verbal, pictórico, simbólico) (ver Behr, Lesh, Post & Silver 1983; Kieren, 1993; Nunes, Bryant, Pretzlik, Wade, Evans & Bell, 2004). As dificuldades dos alunos na aprendizagem das frações são já conhecidas (ver Cardoso, 2009; Hart, 1981; Kerslake, 1986). Além de difícil de aprender, o conceito de fração é, para os professores, difícil de ensinar (Ball, Lubienski & Mewborn, 2001; Post, Harel & Lesh, 1991). Mas como ensinam os professores do 1.º ciclo frações? Que dificuldades manifestam? Num estudo que pretendeu analisar as práticas de ensino dos professores do 1.º ciclo do Ensino Básico relativamente ao conceito de fração e às suas diferentes interpretações (quociente, parte-todo, medida e operador), observaram-se aulas de quatro professores deste nível de ensino, a lecionar 2.º e 3.º anos de escolaridade, com diversidade de tempo de serviço, que participaram de um programa de trabalho colaborativo com a investigadora (uma das autoras deste artigo). O trabalho colaborativo incluiu ciclos de reuniões de grupo para reflexão e preparação de aulas observadas, reflexão individual do professor após cada aula observada.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/52502
ISSN0871-7222
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEC - Artigos (Papers)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rev & Educ Mat 2017.pdf377,52 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID