Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/52397

TitleMicrobial production of propionate from carbon monoxide - syngas and glycerol
Author(s)Moreira, João Paulo Carvalho
Advisor(s)Sousa, Diana Zita Machado
Alves, Joana Isabel Ferreira
KeywordsSyngas
Monóxido de carbono
Propionato
Acetobacterium sp.
Clostridium neopropionicum
Carbon monoxide
Propionate
Issue date2017
Abstract(s)O monóxido de carbono (CO) é um gás poluente produzido por vários setores industriais (por exemplo, energia e indústria química). É também um componente importante, habitualmente o mais abundante do gás síntese (syngas), que é gerado a partir da gaseificação de materiais contendo carbono. O glicerol é um inevitável subproduto gerado em grandes quantidades durante processos industriais de produção de bioetanol e de biodiesel. Syngas/CO e glicerol podem ser usados por alguns microrganismos anaeróbios para produzir combustíveis ou produtos químicos de elevado valor económico. O objetivo deste trabalho foi construir um consórcio microbiano capaz de converter CO/Syngas e/ou glycerol em propionato. O propionato é um composto de elevado valor com inúmeras aplicações industriais: aplicações variadas na indústria farmacêutica, agente antifúngico na indústria alimentar e funciona também como um percursor para a construção química para produzir plásticos e herbicidas. Um enriquecimento mesofílico (37 ºC) capaz de produzir propionato foi obtido a partir biomassa anaeróbia (biomassa granular) através de transferências sucessivas em CO (≈1.0 bar de pressão parcial) mais acetato (20 mM). A diversidade microbiana desta cultura foi estudada por análise do gene 16S rRNA, sendo identificados como predominantes os microrganismos pertencentes ao gênero Acetobacterium. Microrganismos relacionados com Clostridium propionicum e C. neopropionicum (identidade do gene 16S rRNA> 98%) e com Pelobacter sp. (93% de identidade do gene 16S rRNA) também foram abundantes. Uma nova estirpe, designada strain JM, 99% de identidade do gene 16S rRNA Acetobacterium sp. foi isolada de um enriquecimento microbiano usando técnicas de diluição em série, em meio líquido e sólido, e usando CO como única fonte de carbono e energia. Este organismo consegue converter CO em acetato e / ou etanol, e é também capaz de converter glicerol em 1,3-propanodiol. Foi construído um consórcio sintético (co-cultura) composto por Acetobacterium sp. estirpe JM e por Clostridium neopropionicum, que tem a capacidade de produzir propionato a partir de CO (0,1 mol de propionato/ mol de CO convertido). Com o objetivo de obter informações sobre a fisiologia e bioquímica da conversão biológica de CO a propionato e as potenciais interações microbianas entre os dois microrganismos no consórcio, foi aplicada a técnica de proteómica.
Carbon monoxide (CO) is a polluting gas produced by several industrial sectors (e.g. energy, chemical industry). It is also a major component of syngas generated from the gasification of carbon-containing materials. Glycerol is an inevitable byproduct generated in large amounts during the production processes of both bioethanol and biodiesel industries. Syngas/CO and glycerol can be used by some anaerobes to produce fuels or valuable chemicals. The aim of this work was to construct a microbial consortium capable of converting CO/ Syngas and/or glycerol to propionate. Propionate is a value-added compound with numerous industrial applications, e.g. as an antifungal agent in foods and feeds, and as a building block to produce plastics and herbicides. A mesophilic (37 ºC) propionate-producing enrichment was obtained from anaerobic sludge by successive transfers on CO (≈1.0 bar of partial pressure) plus acetate (20 mM). Microbial diversity of this culture was studied by 16S rRNA gene analysis, and microorganisms belonging to Acetobacterium genus were identified as predominant. Microorganisms related to Clostridium propionicum and C. neopropionicum (16S rRNA gene identity > 98%) and to Pelobacter species (93% identity) were also abundant. A new Acetobacterium sp. strain JM was isolated from the enrichment culture using dilution series technique and solid medium using CO as sole carbon and energy source. This organism was able to convert CO to acetate and/or ethanol, and able to convert glycerol into 1,3-propanediol. A synthetic consortium (co-culture) composed of Acetobacterium sp. strain JM and Clostridium neopropionicum was constructed and was capable of producing propionate from CO (0.1 mol propionate/mol CO converted). A proteomic analysis was performed to get insights into the physiology of CO conversion to propionate and microbial interactions between the two microorganisms in the consortium.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Biotecnologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/52397
AccessEmbargoed access (2 Years)
Appears in Collections:CEB - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations
BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
João Paulo Carvalho Moreira.pdf
  Until 2020-01-01
2,23 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID