Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/50770

TitleGestão por competências: a sua identificação num modelo de intervenção em serviços de saúde
Other titlesCompetencies management: their identification in a model of intervention in health services
Author(s)Fonseca, Maria Manuela da Cunha
Advisor(s)Machado, Carolina Feliciana
KeywordsPessoas
Organização
Desenvolvimento
Serviços saúde
Doença renal crónica
Competências
Modelos de gestão por competências
People
Organization
Development
Health services
Chronic kidney disease
Competencies
Competence management models
Issue date2017
Abstract(s)As organizações precisam que os seus colaboradores tenham determinadas competências para a concretização da estratégia, visão, missão e valores organizacionais. É fundamental identificar essas competências. Quais são? O propósito deste projeto foi identificar quais são as competências que os colaboradores devem deter, as transversais, as comuns a todos, e as específicas, as particulares de determinada função. Neste projeto aplicámos um conceito de competências, integrado na gestão de pessoas, pressupondo em simultâneo o contributo para o desenvolvimento da organização e para o desenvolvimento das pessoas. Este estudo foi efetuado com recurso à investigação qualitativa. O estudo caso decorreu no setor de serviços de saúde, mais concretamente numa Clínica de Hemodiálise, que presta assistência a pessoas com Doença Renal Crónica. Como instrumentos de recolha de dados recorremos a documentos institucionais e a entrevistas semiestruturadas. Os dados foram sujeitos a análise de conteúdo. Foram identificadas vinte competências transversais: orientação para a pessoa doente; aprendizagem contínua; excelência; inovação; fornecimento de produtos e serviços de saúde; sustentabilidade ambiental; orientação para objetivos; valores: honestidade, integridade, respeito e dignidade; segurança; confiança; trabalho em equipa; relacionamento interpessoal; autonomia; proatividade; focagem; comunicação; resolução de problemas; língua Inglesa; autoavaliação e empatia com a pessoa doente. Foram identificadas dezoito competências específicas: competências técnicas específicas; organização e métodos de trabalho; análise e tomada de decisão; otimização de recursos; eficácia e eficiência; sigilo e discrição; capacidade de planear os cuidados; patient empowerment; solicitude; espírito de observação; capacidade de investigação; responsabilidade e compromisso com a empresa; orientação para a segurança; capacidade de autocontrolo; conhecimentos de informática; gestão de arquivos; capacidades de atendimento presencial e telefónico e saber ouvir. São estas as competências que servem a estratégia e os objetivos organizacionais que os colaboradores da unidade em estudo devem deter, manifestar e atualizar no seu contexto de trabalho.
Organizations need their employees to have certain competencies in order to achieve the strategy, the vision, the mission and the organizational values. Considering this into account, it is important to identify these competencies. Which are they? The purpose of this project was to identify the competencies that employees must have: the transversal ones that common to all and the specific ones the particular competencies of a certain function. In this project, we applied a concept of competencies, integrated in the management of people, assuming, simultaneously, the contribution to the organization development and the employee’s development. This case study was carried out using qualitative research. The study took place in the health services sector, more specifically, an Haemodialysis Clinic, which provides care to patients with Chronic Kidney Disease (CKD). As data collection instruments, we used institutional documents and semi-structured interviews. The nine institutional documents and the 24 interviews were subjected to content analysis according to Coutinho e Bardin. Twenty transversal competencies have been identified: guidance for the sick person; continuous learning; excellence; innovation; provision of health products and services; environmental sustainability; goal orientation; values: honesty, integrity, respect and dignity; safety; confidence; teamwork; interpersonal relationship; autonomy; proactivity; focusing; communication; problem solving; English language; selfassessment and empathy with the person with CKD. Eighteen specific competencies have also been identified: technical expertise; organization and working methods; analysis and decision making; resource optimization; effectiveness and efficiency; secrecy and discretion; ability to care planning; solicitude; observation spirit; research capacity; responsibility and commitment to the company; safety orientation; self-control capacity; computer skills; file management; face-to-face and telephone service and listening skills. These are the competencies that fit the strategy and organizational objectives that the employees of the unit under study must have, express and update in their work context.
TypeMaster thesis
DescriptionProjeto de mestrado em Gestão de Recursos Humanos
URIhttp://hdl.handle.net/1822/50770
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
EEG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Manuela da Cunha Fonseca.pdf3,05 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID