Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/50607

TitleAtrésia Esofágica: Um Desafio desde o Diagnóstico Pré-natal ao Tratamento Cirúrgico
Other titlesEsophageal Atresia: A Challenge from Prenatal Diagnosis to Surgical Treatment
Author(s)Trocado, Vera
Barroso, Catarina
Silva, Cristina Isabel Nogueira
Correia-Pinto, Jorge
KeywordsAtrésia Esofágica
Fístula Traqueoesofágica
Diagnóstico Pré-natal
Toracoscopia
Esophageal Atresia
Prenatal Diagnosis
Tracheoesophageal Fistula
Thoracoscopy
Issue date1-Jul-2016
PublisherAcademia CUF
JournalGazeta Médica
Abstract(s)A atrésia esofágica é a anomalia congénita mais comum do desenvolvimento do esófago, caracterizando-se por uma disrupção da sua continuidade, com uma prevalência de cerca de 1 em cada 2500 a 4500 nados vivos. A abordagem desta condição, desde o seu diagnóstico no período pré-natal até ao tratamento cirúrgico no período neonatal, constitui um importante desafo, tanto para o obstetra como para o cirurgião pediátrico. No âmbito do diagnóstico pré-natal, a ecografa, a ressonância magnética, bem como a análise bioquímica do líquido amniótico poderão ser úteis. Por outro lado, no que diz respeito ao tratamento cirúrgico desta condição, dispomos hoje de técnicas cirúrgicas minimamente invasivas, associadas a menor número de sequelas musculoesqueléticas, menor dor no pós-operatório e a um melhor resultado estético fnal. Neste artigo, os autores fazem uma revisão do papel das diferentes técnicas de diagnóstico pré-natal disponíveis, bem como das diferentes abordagens para o tratamento cirúrgico.
Esophageal atresia is the most common congenital anomaly of the esophagus, characterized by disruption of its continuity, with a prevalence of 1 per 2500 to 4500 live births. The approach to this condition, since diagnosis in the prenatal period to surgical treatment in the neonatal period, is an important challenge, both for the obstetrician and the pediatric surgeon. Regarding to prenatal diagnosis, ultrasound, mag - netic resonance, and biochemical analysis of amniotic fluid are relevant. On the other hand, concerning to surgical treat - ment, nowadays there are available minimal invasive surgical techniques, with less musculoskeletal sequelae, less pain in the post-operative period and a better esthetic final result. In this article, the authors review the different prenatal diagnostic techniques available, as well as different approaches to the surgical treatment
TypePreprint
URIhttp://hdl.handle.net/1822/50607
ISSN2184-0628
Publisher versionhttp://www.gazetamedica.pt/index.php/component/k2/item/35-atresia-esofagica-um-desafio-desde-o-diagnostico-pre-natal-ao-tratamento-cirurgico
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:ICVS - Artigos em Revistas Internacionais com Referee

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
08.pdf647,98 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID