Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/49280

TitleO determinante petalítico dos teores máximos de lítio em pegmatitos Variscos do NW de Portugal – aproximação paragenética e geoquímica
Other titlesPetalite as determinant of maximum lithium content of Variscan pegmatites from NW Portugal – paragenetic and geochemical approach
Author(s)Gomes, C. Leal
KeywordsPegmatito varisco
LCT
Petalite
Lítio máximo
Variscan pegmatite
Maximum lithium content
Issue date2015
PublisherLaboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG)
JournalComunicações Geológicas
CitationGomes, C. L. (2015). O determinante petalítico dos teores máximos de lítio em pegmatitos Variscos do NW de Portugal–aproximação paragenética e geoquímica.Comunicações Geológicas, 102, Especial I, 53 - 56
Abstract(s)Estudos petrológicos de aplito-pegmatitos Variscos, de tipo LCT, intrusivos em terrenos Silúricos do NW de Portugal, mostraram que o intercrescimento de espodumena + quartzo, em proporção modal 1:2, é persistente em dispositivos texturais circunscritos que podem ser interpretados como agregados miméticos, pseudomórficos após petalite em subsolvus, os quais depois evoluem sujeitos à deformação, metamorfismo e alteração. Cerca de 6 % dos corpos aplito-pegmatíticos que afloram naqueles terrenos, apresentam estes intercrescimentos, ou p etalite primária, a valores de Li2O situados no intervalo de 0,5 a 2,5 %. Uma sistemática químico - mineralógica das fácies analisadas sugere que o valor máximo de 2,5 % de Li2O em rocha total, pode ser considerado uma barreira geoquímica, imposta por um determinante petalítico primário cuja prevalência é balizada pelo equilíbrio com os feldspatos e pela magnitude da alteração argílica e correspondente lixiviação de Li
Petrologica l studies of Variscan LCT aplite-pegmatites, hosted in Silurian metamorphic suites in Northwestern Portugal, revealed that the intergrowths of spodumene+quartz, in modal proportions 1:2, is ubiquitous in concealed pegmatite intergrowths, which can be interpreted as mimetic aggregates, pseudomorphic after petalite, that, afterwords, evolve, under changing conditions of metamorphism, deformation and alteration. 6% of the aplite –pegmatite bodies individualized in those Silurian host- rocks show this kind of intergrowths, or primary petalite, at a Li2O range between 0.5 % and 2.5 %. A chemical-mineralogical systematics of the composition data suggests that the maximum value of 2.5 % Li2O, in whole-rock analysis, should be considered a geochemical barrier imposed by a primary petalitic determinant and framed by the equilibrium with feldspars and by the magnitude of argillic alteration and corresponding lithium leaching
TypeArticle
DescriptionVERSÃO DO AUTOR. A VERSÃO ORIGINAL PODE SER CONSULTADA EM http://www.lneg.pt/download/12909/8%20-%20Gomes_Li%20v2_rede_SM.pdf
URIhttp://hdl.handle.net/1822/49280
ISSN0873-948X
e-ISSN1647-581X
Publisher versionhttp://www.lneg.pt/iedt/unidades/16/paginas/26/30/208
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIG-R - Artigos (Papers)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
REPO 8 - Gomes_Li v2_rede_SM.pdf32,47 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID