Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/49245

TitleAnálise estrutural de pegmatitos graníticos do Litoral Norte de Portugal – dispositivos estruturais internos e fabrics mineralógicos
Author(s)Faria, Cristiana
Gomes, C. Leal
KeywordsPegmatitos
Geometrias dilatacionais
Espodumena
Fabric primário e fabric deformacional
Pegmatites
Dilation geometries
Spodumene
Primary and deformational fabric
Issue date2017
PublisherAssociação Portuguesa de Geólogos (APG)
JournalGeonovas
Abstract(s)Na praia e zona intertidal do Norte de Portugal entre Viana do Castelo e Caminha ocorrem formações ígneas e metamórficas cuja análise estrutural é relevante para a compreensão da cinemática varisca e intrusão pegmatítica por ela condicionada. Os corpos filonianos apresentam características estruturais internas e externas variáveis que se associam a diferentes modelos de implantação e contextos diferenciados da evolução deformacional subsequente. Na área de Moledo os corpos filonianos aplito-pegmatíticos encontram-se alojados em rochas regionais gnaissicas, muitas vezes com evidências de preenchimento multifásico, revelando posições, formas, atitudes, dimensões e estruturas internas que são variáveis em função da litologia e estrutura hospedeira, mas sobretudo em função da dilatação e do número de ciclos de abertura e enchimento que caracterizam cada telescoping local. A análise geométrica e cinemática em hospedeiro gnaissico, mostra bem a variabilidade cartográfica da dilatação que acolhe os diferenciados pegmatíticos e permite deduzir a posição de um fulcro de abertura máxima e polifásica que hipoteticamente se deverá sobrepor a um assomo proximal, mas oculto, de um granito porfiróide de duas micas possivelmente parental. Na área de Afife e Pedras Ruivas, os corpos lenticulares pegmatíticos são geoquimicamente especializados em Li, Cs e Ta com mineralizações de espodumena e/ou tantalite, para além de cassiterite. A espodumena ocorre sob a forma de giga cristais de dimensões centimétricas a pluri-decimétricas que marcam de forma muito clara as estruturas de cristaliza ção in situ e em fluxo nos pegmatitos (estruturas primárias) e também estruturas secundárias, decorrentes de deformação imposta a sobreposta. A análise geométrica dos fabrics, usando a espodumena como marcador, ajuda a individualizar estádios bem definidos e marcos principais da evolução progressiva da deformação dos pegmatitos, permitindo correlacioná- los com episódios e fases de deformação Varisca, D2-D3
Igneous and metamorphic formations outcropping at the beach and intertidal zone of Northern Portugal, between Viana do Castelo and Caminha, were submitted to structural analysis with the main goal of understanding Variscan kinematics and related pegmatite intrusion. The pegmatite bodies show distinctive internal and external structures that are attributable to different modes of emplacement and subsequent deformation. In Moledo the aplite-pegmatite bodies intrude granitic and gneissic rocks, with variable petrographic and rheological characteristics, with evidences of multistage open-filling, revealing positions, shapes, attitudes, sizes and internal structures that change as a function of host lithology and host structure, but mainly due to the dilation and the cycles number of local telescoping. The geometric and kinematic analysis shows a cartographic variability of expansiondi la tion that controls de emplacement and inner differentiation of pegmatites. It also allows the location of a major dilation spot that hypothetically overlaps an occult and proximal cupola of parental two-mica porphyroid granite. Lenticular pegmatite bodies of Afife and Pedras Ruivas are geochemically specialized in Li, Cs and Ta, holding spodumene and / or tantalite plus cassiterite. Spodumene occurs as giant crystals, centimetric to pluri-decimetric in length, which marks very clearly the structures of in situ or in flow crystallization inside the pegmatites – primary structures – allowing its distinction from the structures resulting from deformation imposed to superimposed – secondary structures. The geometric analysis of fabrics, using spodumene as, a marker, helps the individualization of well-defined stages of progressive evolution of the deformation of the pegmatites, allowing its correlation with major D2-D3 episodes of regional Variscan deformation
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/49245
ISSN0870-7375
Publisher versionhttp://www.apgeologos.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=4064:geonovas-n-30-ja-disponivel&catid=16&Itemid=144
Peer-Reviewedyes
AccessRestricted access (Author)
Appears in Collections:Lab2PT - Comunicações
Lab2PT - Comunicações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
08_Cristiana Faria.pdf
  Restricted access
24,12 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID