Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/49227

TítuloInteração mãe-bebé: relação com a idade gestacional do bebé
Outro(s) título(s)Mother-infant interaction: relation to the gestational age of the infant
Autor(es)Particheli, Elen Cintia
Orientador(es)Martins, C.
Palavras-chaveAtenção partilhada
Interação mãe-bebé
Comportamento materno
Prematuridade
Joint attention
Mother-infant interaction
Maternal behavior
Prematurity
Data2017
Resumo(s)Considerando a importância que a qualidade dos comportamentos maternos assume em episódios de atenção partilhada, assim como o possível efeito que a prematuridade exerce sobre esta competência, este estudo procurou (i) explorar e caraterizar a atenção partilhada em grupos de bebés prematuros tardios, tendo como comparação um grupo de bebés de termo e (ii) estudar o efeito que o comportamento materno pode ter na atenção partilhada em ambos os grupos. A amostra incluiu 72 díades mãe-bebé, dos quais 42 (58.3%) bebés prematuros tardios. As díades mãe-bebé foram observadas numa interação de jogo livre, que foi gravada e, posteriormente, cotada usando um sistema de cotação para analisar a interação mãe-bebé. Os resultados mostraram que não há diferenças ao nível da atenção partilhada em função do estatuto do bebé. No entanto, os comportamentos maternos constituíram preditores da atenção partilhada, uma vez que a capacidade materna para manter o foco atencional do bebé conduziu a mais episódios de atenção partilhada em ambos os grupos. Os resultados do presente estudo contribuem, assim, para ampliar o conhecimento acerca da atenção partilhada nos grupos de bebés prematuros tardios e remetem para a importância de considerar o comportamento materno na interação mãe-bebé.
Considering the importance that the quality of the maternal behaviors assumes in joint attention episodes, as well as the possible impact of prematurity on this competence, this study aimed at (i) exploring and characterizing joint attention in a group of late preterm infants, in comparison with a group of term infants (ii) to study the effect of maternal behaviors on joint attention in both groups. The sample included 72 mother-infant dyads, 42 (58.3%) of which late preterm infants. The mother-infant dyads were observed in a free play interaction, which was recorded and then coded using a coding system for analyzing the mother-infant interaction. The results showed that there are no differences in joint attention between both groups of infants. However, maternal behaviors were predictors of joint attention, as the maternal ability to maintain the attentional focus of the infant led to more episodes of joint attention in both groups. Thus, the results of the present study contribute to broaden the knowledge about joint attention in groups of late preterm infants, and highlight the importance of considering maternal behavior in the mother-infant interaction.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado integrado em Psicologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/49227
AcessorestrictedAccess
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Elen Cintia Particheli.pdf2,06 MBAdobe PDFVer/Abrir  Solicitar cópia ao autor!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis