Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/49226

TítuloEating behaviors in college students: a study using real-time assessment
Outro(s) título(s)Comportamentos alimentares em estudantes universitários: um estudo com avaliação em tempo-real
Autor(es)Silva, Bruna Patrícia Gonçalves
Orientador(es)Gonçalves, Sónia
Conceição, Eva Martins
Palavras-chaveEating behaviors
Grazing
College students
Real-time assessment
Comportamentos alimentares
Estudantes universitários
Avaliação em tempo real
Data2017
Resumo(s)The present study had as core aims evaluate the interaction between psychopathology levels and grazing, and study variables associated to eating behavior grazing in a population of psychology undergraduated students. For that, the study included a sample of 41 women psychology students from University of Minho, who answered to a series of baseline questionnaires and real-time assessment measures for 14 days. These measures consisted in report levels of affect and stress and eating behaviors contingent to a signal (5 text messages a day sent by researcher) and contingent to an event (bed time). Eating behaviors associated questions include local, hour, company, planning, loss of control, levels of hunger, desire, temptation, feeling of being unable to resist to eat, overeating and affect before and after the meal. Results from baseline tests have shown that higher levels of grazing are more associated to higher levels of psychopathology. Regarding real-time assessment measures, grazing showed to be associated with unplanned eatting and absence of sensations of hunger. Grazing was also associated with eating alone, at later hours, loss of control, desire, temptation, feeling unable to stop eating, overeating and higher post-meal levels of negative/positive affect.
Este estudo teve como principais objetivos avaliar a interação entre níveis de psicopatologia e grazing, e analisar variáveis associadas a comportamentos alimentares. A amostra consistiu em 41 alunas de Psicologia da Universidade do Minho, que responderam, primeiramente, a questionários retrospetivos e, posteriormente, a medidas de avaliação em tempo-real durante 14 dias. Estas medidas consistiam em reportar níveis de afeto e stress e comportamentos alimentares contingentes a um sinal (5 mensagens de texto por dia enviadas pelo investigador) e contingentes a um evento (antes de dormir). As questões avaliadas associadas aos comportamentos alimentares incluíam local, hora, companhia, planeamento, perda de controlo, níveis de fome, desejo, tentação, ser incapaz de resistir comer, ter comido demasiado, e afeto antes e depois da refeição. Os principais resultados dos testes retrospetivos demonstraram que níveis mais elevados de grazing estão associados a maiores níveis de psicopatologia. Em relação às medidas em tempo real, grazing demonstrou estar associado a alimentação não planeada e a ausência de sensações de fome, bem como a comer sozinho, a horas mais tardias, a perda de controlo, desejo, tentação, sentir-se incapaz de parar de comer, sensação de ter comido demasiado e a níveis mais elevados de afeto negativo/positivo após a refeição.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado integrado em Psicologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/49226
AcessorestrictedAccess
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Bruna Patrícia Gonçalves Silva.pdf603,17 kBAdobe PDFVer/Abrir  Solicitar cópia ao autor!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis