Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/4886

TitleTratamento alcalino e enzimático de fibras sintéticas
Author(s)Silva, Carla Manuela Pereira Marinho da
Advisor(s)Paulo, Artur Cavaco
Issue date2002
Abstract(s)As enzimas são produtos naturais encontrados em abundância no corpo humano e na natureza, regulando um grande número de processos biológicos de forma específica e única. Por esta razão, as enzimas desempenham um papel importante na indústria têxtil, como substituição de produtos químicos que têm um impacto negativo sobre o meio ambiente. Uma das utilizações que tem sido investigada nos últimos anos, é o tratamento enzimático das fibras sintéticas, que normalmente era efectuado com produtos alcalinos, para melhorar o toque e a hidrofilidade das mesmas. É possível, através da utilização de nitrilases, proteases e esterases, a conversão de nitrilos em ácidos carboxílicos e a cisão hidrolítica de ligações amida e éster, respectivamente. Este trabalho consiste numa análise comparativa, entre o tratamento alcalino e o tratamento enzimático e de que forma estes dois tratamentos contribuem para o melhoramento das propriedades físicas e químicas das fibras sintéticas estudadas. Na execução deste estudo, foram aplicadas várias técnicas, como FTIR (espectroscopia por infravermelhos com transformadas de Fourrier), para a detecção dos grupos terminais formados, a técnica DSC (differential scanning calorimetry), usada para determinação da temperatura de transição vítrea das fibras estudadas, entre outras. O tratamento enzimático, mostra-se uma boa alternativa no melhoramento de algumas propriedades químicas e físicas, como a afinidade tintorial e a diminuição da rigidez à flexão, revelando-se assim, uma boa alternativa à caustificação das fibras sintéticas, poliéster, poliamida e acrílica.
Enzymes are natural products founded in nature, wich catalyses a great variety of biologic processes. For this reason, enzymes have an important role on textile industry as substitutes of some chemical products, wich have a negative effect on the environment. In the past, the treatment of synthetic fibres used to be done with alkaline products, to improve their handle and hidrofilicity. Nowadays, the enzymatic treatment has been investigated as a replacement of the conventional process. With the enzymes Nitrilases, Proteases and Esterases it is possible to convert nitrils into carboxylic acids and promote the hydrolytic cleavage of amide and ester bonds, respectively. This reactions can be very usefull for the treatment of synthetic fibres, wich contain these groups. This study is based on a comparative analysis between the alkaline and enzymatic treatment, and in wich way this treatments influence the improvement of physical and chemical properties of the synthetic fibres studied. In this work, several techniques as FT . IR (infrared spectroscopy), for the determination of formed groups, DSC (differential scanning calorimetry), for the determination of the glass transition temperature of the fibres, and others, were used. The enzymatic treatment seams to be a good alternative for the improvement of some chemical and physical properties, such as dyeing affinity, and bending rigidity, and can be used as a substitute of the alkaline treatment on synthetic fibres.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Tecnologias de Fabricação.
URIhttp://hdl.handle.net/1822/4886
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tesecarlamanuela.pdf1,06 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID