Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/48714

TitleAvaliação das competências pragmáticas em crianças portuguesas dos 18 aos 47 meses: aferição do Language Use Inventory
Author(s)Guimarães, Cristiana da Silva
Advisor(s)Cruz-Santos, Anabela
Almeida, Leandro S.
KeywordsDesenvolvimento da Linguagem
Pragmática
Intervenção Precoce
Avaliação
Testes de Linguagem
Language Development
Pragmatics
Early Intervention
Assessment
Language Tests
Issue date17-Mar-2017
Abstract(s)A aquisição e o desenvolvimento da linguagem resultam da interação da criança com o meio ambiente. As interações sociais quotidianas com as pessoas e a comunicação com outros permitem que a criança adquira linguagem, sendo a pragmática o sistema de regras que suporta o uso comunicativo da linguagem. Perspetivando uma intervenção precoce eficaz, é crucial a identificação precoce e a avaliação de crianças em risco de desenvolverem perturbações de linguagem. Neste sentido, tendo em consideração a relevância da pragmática na comunicação e a escassez de instrumentos de avaliação da linguagem para idades precoces validados em Portugal, a finalidade deste estudo consistiu na tradução, adaptação, validação e aferição do instrumento Language Use Inventory (LUI), para Português Europeu. O LUI é um inventário parental, constituído por três partes (I – gestos; II – palavras; III – frases), que avalia o desenvolvimento das competências pragmáticas entre os 18 e os 47 meses. Para o estudo quantitativo foram adotados os procedimentos recomendados pelas diretrizes internacionais sobre a adaptação e validação de testes de linguagem, culminando num estudo piloto com uma amostra de 120 inventários e num estudo normativo com uma amostra de 1555 inventários. No respetivo estudo normativo, todos os inventários da amostra foram respondidos pelos pais/cuidadores de crianças, dentro do grupo etário dos 18 aos 47 meses, de Portugal Continental e Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira. A análise da fiabilidade das três partes do inventário mostrou coeficientes alfa de Cronbach superiores a .80, obtendo-se coeficientes de correlação teste-reteste entre .83 e .97, afirmando a estabilidade dos resultados. Por sua vez, ao nível da validade estrutural, de acordo com a teoria, as subescalas do inventário organizaram-se em torno de dois fatores, explicando no seu conjunto 77,4% da variância dos resultados. Estes elevados índices de precisão e validade na versão portuguesa do inventário (LUI-PT) viabilizaram a sua aferição e o estabelecimento de normas para análise das competências pragmáticas de crianças portuguesas entre os 18 e os 47 meses de idade. A evolução dos resultados de acordo com a idade e a sua diferenciação de acordo com um desenvolvimento típico da linguagem ou dificuldades a este domínio, sugere a relevância deste instrumento na identificação de alterações das competências pragmáticas em idades precoces em crianças portuguesas, respondendo assim às necessidades dos profissionais que intervêm nas problemáticas relacionadas com a comunicação e linguagem.
The acquisition and development of language results from the child's interaction with the environment. Social interactions with people and following communication with others allow the child to acquire language, and pragmatics is the system of rules that supports the communicative use of language. The early identification and assessment of children at risk for language disorders are crucial in order to carry out an effective early intervention. Considering the relevance of pragmatics in communication and the lack of assessment tools in Portugal to assess these abilities in early ages, one of the primary goals of this study relies on the translation, adaptation, validation and standardization of the inventory “Language Use Inventory” (LUI), to European Portuguese. LUI is a standardized parent report measure, with three parts (I – gestures; I – words; III –phrases) designed to assess the development of pragmatic skills in children within 18- to 47-month-old. All the procedures recommended by international test adaptation and validation guidelines were adopted in this quantitative study, first was implemented a pilot study with a sample of 120 inventories, and second, a normative study with a sample of 1555 inventories. In the normative study, all inventories of the sample were answered by the parents/caregivers of children within 18- to 47-month-old, from Portugal (that includes mainland and islands). The analysis of the reliability of the three parts of the inventory showed Cronbach's alpha coefficients above .80, obtaining testretest correlation coefficients between .83 and .97, stating the stability of the results. In the other turn, at the level of structural validity, according to the theory, the inventory subscales were organized around two factors that taken together can explain 77.4 % of the variance of the results. These high levels of reliability and validity of the Portuguese version of the inventory (LUI-PT) illustrates its standardization, and the establishment of standard norms for the analysis of pragmatic skills of Portuguese children between 18 and 47 months old. The growth of the results according to their age, and their differentiation according to a typical language development or difficulties in this field, suggests the relevance of this tool for the identification of pragmatic impairments in early ages, and towards the needs of all professionals in the field.
TypeDoctoral thesis
URIhttp://hdl.handle.net/1822/48714
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cristiana da Silva Guimaraes.pdf
  Restricted access
4,43 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID