Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/46514

TitleA contabilidade fiscal como método de controlo da economia paralela: análise comparativa de inventários entre 2012 e 2015
Other titlesFiscal accounting as a control method for the shadow economy: comparative analysis to inventories of 2012 and 2015
Author(s)Aldana, Andrés António José Alves
Advisor(s)Marques, Mário
KeywordsContabilidade fiscal
Contabilidade criativa
Comunicação de inventários
Economia paralela
Inventários
Fiscal accounting
Creative accounting
Reporting of inventories
Shadow economy
Inventories
Issue date21-Jul-2017
Abstract(s)O Orçamento de Estado de 2015 introduziu a obrigatoriedade das empresas com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal em território português, comunicarem os seus inventários finais à Autoridade Tributária. A primeira comunicação surgiu em janeiro de 2015 relativamente ao período de 2014. O presente estudo tem como objetivo comparar os inventários finais de uma amostra de empresas antes e após a alteração legislativa. Além disso, o estudo pretende identificar dificuldades sentidas pelas empresas na implementação da nova regulamentação. Foram selecionadas quatro empresas retalhistas para levar a cabo um estudo de múltiplos casos. O método de recolha e análise de dados compreende a análise de dados contabilísticos históricos (para os períodos de 2012 a 2015 relativamente às variáveis Inventários, Vendas e Custo das Mercadorias Vendidas e das Matérias Consumidas) e a realização de entrevistas semiestruturadas aos gestores das empresas sob análise. Do estudo empírico conclui-se que apenas numa empresa é possível identificar uma relação entre a implementação da alteração do decreto-lei e o relato dos inventários. Em algumas empresas recolheu-se evidência empírica sobre a existência de inventários sobrevalorizados. Relativamente aos obstáculos na implementação da alteração legislativa apenas uma empresa relata dificuldades ao nível organizativo e nenhuma manifesta ter tido dificuldades ao nível informático.
The State budget of 2015 introduced the obligatoriness of companies with headquarters, steady establishment or residence in Portuguese territory, to communicate it is final inventories to the Tax Authority. The first communication appeared in January 2015 toward the period of 2014. The objective of the present study is to compare the final inventories of a sample of companies before and after the legislative amendments. In addition, the study intends to identify difficulties felt for the companies in the implementation of the new regulation. Four retailing companies were selected to carry out a study of multiple cases. The method of data collection and analysis comprises the historical accounting data analysis (for the periods of 2012 to 2015 in relation to variables inventories, sales and cost of goods sold and Consumed Materials) and the accomplishment of semistructured interviews to the managers of the companies under analysis. Of the empirical study one concludes that only in one company it is possible to identify the relation between the implementation of the changes on the Decree-Law and the reporting of inventories. In some companies empirical evidence was found on the existence of overrated inventories. In relation to the obstacles in the implementation of the legislative amendment only one company reports difficulties on the organizational level and no companies manifest difficulties at the software system.
TypeMaster thesis
DescriptionRelatório de estágio de mestrado em Contabilidade
URIhttp://hdl.handle.net/1822/46514
AccessEmbargoed access (3 Years)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
EEG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andrés António José Alves Aldana.pdf
  Until 2020-07-21
Tese2,71 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID