Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/46354

TítuloFontes de apoio e usos da internet na parentalidade
Outro(s) título(s)Sources of support and internet uses in parenting
Autor(es)Ferreira, Sara Maria Antunes
Orientador(es)Almeida, Ana Maria Tomás de
Palavras-chaveParentalidade
Apoio online
Família
Usos da internet
Parenting
Online support
Family
Internet use
Data6-Jul-2017
Resumo(s)Este estudo pretendeu estudar a eficiência com que pais utilizam os recursos disponíveis na internet como fonte de apoio na educação dos seus filhos. Para tal utilizamos um questionário denominado “Modos de uso da Internet como Recurso Educativo e de Apoio à Família”. Participaram no estudo 137 pais e mães, sendo a amostra não probabilística. O questionário foi distribuído nos serviços de apoio à família, em IPSS´s (Instituições Particulares de Solidariedade Social), escolas e cursos de parentalidade. No plano de estudo adotamos uma metodologia quantitativa, de cariz descritivo e correlacional, tendo efetuado a recolha dos dados através de um questionário traduzido de versão original espanhola, utilizado em investigação similar por Garcia (2016). Neste estudo destacamos a elevada taxa de utilização da internet pelas famílias, não se verificando uma brecha em famílias com diferentes caraterísticas sociodemográficas (digital use divide). Os resultados demonstram que os pais destacam o uso mais robusto do apoio informal, perante necessidades informativas e de orientação, assim como necessidades de apoio emocional. Apesar de a maioria dos pais inquiridos utilizarem a internet como uma ferramenta no dia-a-dia, esta não é valorizada como uma fonte de apoio nas suas responsabilidades parentais. Deste modo, o papel da internet como fonte de apoio é pouco central, tal como no estudo similar realizado em Espanha por Garcia (2016). A diferenciação das necessidades de apoio (informação e orientação versus compreensão e acompanhamento) permite observar que os pais utilizam mais a internet como fonte de informação na área do lazer (maior frequência de acesso a sites/portais), da saúde (maior uso do email), e da educação (maior frequência de acesso de sites/portais). Concluímos, também, que pais com maior nível de escolaridade usam mais o apoio online, pois existe uma correlação positiva entre estes itens. Os resultados apontam ainda que a mediação ativa é mais prevalente, destacando os pais o recurso ao diálogo. Os pais apresentam ainda elevado grau de preocupação acerca do uso da internet pelos seus filhos. Não obstante, dizem-se menos preocupados com a falta de informação dos filhos, despreocupação que pode estar associada à crença de que as crianças nascem e crescem com as tecnologias e estão preparadas para lidar com elas. Assim, a importância do papel dos pais no uso da internet em família e as suas competências na procura de suporte social para implementar boas práticas educativas poderão ser as implicações mais relevantes deste estudo.
This study aims to study the efficiency in which parents use available resources on the internet as a source of support in their children’s education. For such we used a questionnaire called “Ways of using the internet as an educational resource and family support”. In this study 137 parents participated, being this a non-probabilistic sample. The questionnaire was distributed to family support services, to IPSS’s (Private social solidarity institutions), schools and parenting courses. In the study plan we adopted a quantitative methodology, with a descriptive and correlational character, and carried out the data collection through a questionnaire translated from the original Spanish version, used in similar research by Garcia (2016). In this study we highlight a high rate of Internet use by families, and it is verified that there is no gap in families with different sociodemographic characteristics (digital use divide). Results reveal that parents emphasize the more robust use of informal support towards informational and guidance needs as well as for emotional support needs. Although the majority of parents in this study use the internet as a daily tool, it is not valued as a support source for their parenting responsibilities. Thus, the role of the Internet as a support source is somewhat little essential, as in the similar study carried out in Spain by Garcia (2016). The differentiation of support needs (information and guidance versus understanding and follow-up) allow us to observe that parents use the internet more as a support source for leisure purposes (greater frequency of use of websites/portals), for health purposes (higher frequency of email use) and educational purposes (greater frequency of use of websites/portals). We also determine that, parents with higher educational level use more online support, as there is a positive correlation between these items. The results also point out that active mediation is more prevalent, with parents emphasizing the use of dialogue. Parents also display high concerns about the use of the internet by their children. Nevertheless, they are less concerned about their children’s lack of information, this lower concern may be associated with the belief that since children are born and grow up with these technologies, that they are somewhat prepared to deal with them. Therefore, the importance of the parents role in using the internet and there capabilities in seeking social support to implement good educational practices may be the key aspect of this study.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Estudos da Criança (área de especialização em Intervenção Psicossocial com Crianças, Jovens e Famílias)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/46354
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Sara Maria Antunes Ferreira.pdfTese2,64 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis