Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/46251

TítuloPráticas centradas na família e os resultados familiares: avaliação de práticas de intervenção precoce na perspetiva da família
Autor(es)Costa, Carla Manuela Fernandes da
Orientador(es)Serrano, Ana Maria
Palavras-chaveIntervenção precoce
Práticas centradas na família
Equipas locais de intervenção precoce
Família
Profissionais
Early intervention
Family-centered practices
Local early intervention teams
Family
Professionals
Data21-Abr-2017
Resumo(s)No decorrer das últimas décadas a Intervenção Precoce sofreu alguns avanços significativos originados por um conjunto de influências teóricas e práticas que tiveram como resultado uma mudança significativa da sua abordagem. Assim, esta passou a focar-se na família e não apenas na criança, utilizando uma abordagem a que hoje chamamos de Práticas Centradas na Família. Deste modo, o papel dos profissionais é o de reforçar as competências da família, para que esta se torne mais capaz, autónoma e consciente de todo o seu potencial como agente fundamental e principal no desenvolvimento da criança. A presente investigação intitula-se de “Práticas Centradas na Família e os Resultados Familiares: Avaliação de Práticas de Intervenção Precoce na perspetiva da Família”, e tem como finalidade a análise da perceção das famílias sobre as práticas centradas na família utilizadas pelos profissionais, assim como os resultados parentais que advêm, direta ou indiretamente, dessas mesmas práticas. Este estudo usa como instrumento de recolha de dados a escala “Práticas Centradas na Família e os resultados Familiares”. Esta escala foi construída e adaptada à população portuguesa, tendo como base a versão longa da escala Family-Centered Practice Scale da autoria de Carl J. Dunst e Carol. M. Trivette, datado de 2004. . A amostra é então composta por 92 famílias com crianças com necessidades especiais, de idades compreendidas entre os 0 e os 6 anos, que usufruem dos serviços de Intervenção Precoce há pelo menos seis meses e que pertencem a algumas das ELI do norte e do centro do país. Trata-se de um estudo de natureza quantitativa, do tipo exploratório-descritivo, correlacional e comparativo, com análises descritivas e inferenciais através das quais se pretende compreender e analisar os fenómenos em estudo, formulando hipóteses e analisando relações entre as variáveis. Como principais resultados concluímos que há um uso positivo das práticas centradas nas famílias por parte dos profissionais e um aumento do uso das práticas participativas, verificando-se também uma correlação entre o uso das práticas centradas na família por parte dos profissionais e os resultados parentais positivos.
During the last decades, Early Intervention has undergone some significant advances stemming from a set of theoretical and practical influences that have resulted in a significant change of approach. Thus, it focused on the family and not on the child, using an approach that today we call Family-Centered Practices. In this way, the role of professionals is to strengthen the family´s competencies, so that the family becomes more capable, autonomous and aware of its full potential as a fundamental and main agent in the child´s development. This study uses as a data collection tool the scale “Family Centered Practices and Family Results”. This scale was built and adapted to the Portuguese population, based on the long version of the Family-Centered Practice Scale by Carl J. Dunst and Carol M. Trivette, dated 2004. The present research is entitled “Family-Centered Practices and Family Outcomes: Evaluation of Practices of Early Intervention in the Family Perspective”, and its purpose is the analysis of the families´ perception of family-centered practices used by professionals, as well such as the parental results that come directly or indirectly from these same practices. The sample is then composed of 92 families with children with special needs, aged 0-6 years old, who have had Early Intervention services for at least six months and who belong to some ELI in the north and center of the country. In this sense, this is a quantitative, exploratory-descriptive, correlational and comparative study, using a questionnaire, with descriptive and inferential analysis, within which we intend to understand and analyze the phenomena under study, through the formulation of hypotheses, analyzing relations between variables. As main results, we conclude that there is a positive use of the family centered practices by the professionals and an increase of the use of the participative practices, also being verified a correlation between the use of the family centered practices by the professionals and the positive parental results .
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Educação Especial (área de especialização em Intervenção Precoce)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/46251
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Mestrado IP.pdf1,2 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis