Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/46153

TitleEntre mais e melhor escola: a excelência académica na escola pública portuguesa [2013-2015]
Author(s)Torres, Leonor Lima
Palhares, José Augusto
KeywordsExcelência académica
Rituais de distinção
Issue date2017
Abstract(s)Resultante de um projeto de investigação desenvolvido entre 2012-2015, intitulado Entre Mais e Melhor escola: A Excelência Académica na Escola Pública Portuguesa e financiado FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, o trabalho que aqui apresentamos inscreve-se numa linha de reflexão sociológica sobre as tendências observadas em cerca de 90% das escolas e/ou agrupamentos de escolas, designadamente a emergência de práticas e rituais de distinção académica. Quer formalmente consagrados, quer efetivamente praticados, os diversos mecanismos de distinção adotados assentam, sobretudo, na valorização do desempenho académico dos alunos, dando força ao diagnóstico do avanço da ideologia (neo)meritocrática na escola pública portuguesa. A ênfase nos resultados académicos transparece no modo como as escolas se organizam e na forma como mobilizam estratégias pedagógicas e agendas de socialização conducentes à obtenção de indicadores de performatividade. No âmbito do aludido projeto foi possível recuperar a problemática do “efeito de escola” para o debate sobre a realidade portuguesa, muito embora tenha permanecido a interrogação sobre o lugar e o papel dos alunos e dos seus projetos de vida na estruturação desse efeito. Resultados de um inquérito por questionário a dois grupos de alunos (alunos excelentes e não-excelentes) de quatro escolas permitiram aceder, de forma extensiva, a diversas trajetórias e disposições dos alunos, aos seus quotidianos pedagógicos e culturais. Num plano mais intensivo, realizaram-se entrevistas semiestruturadas e focus group a alunos com distintos desempenhos académicos, tendo revelado ofícios de aluno plurais, muito embora ancorados em radicais comuns ligados ao uso do tempo na escola e fora dela, na identificação de escolhas e de investimentos profissionais, na construção de narrativas de futuro realistas e na assimilação e descodificação de uma ética de trabalho subjacente ao arquétipo de sucesso escolar. O uso do tempo, na escola e fora dela, aparece sobredeterminado pelo core do currículo, não sendo, porém, independente das origens sociais e de género, assim como do tipo de atividades não-escolares que compõem as opções educativas dos alunos. Será, pois, pelo confronto entre os dados obtidos em distintas escalas de observação adotadas que nos propomos refletir sobre o sentido atual do mérito e da excelência na escola pública portuguesa.
TypePanel presentation
URIhttp://hdl.handle.net/1822/46153
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEd - Outros documentos/Other documents

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Apresentação final Encontro Ciência 2017.pdf3,58 MBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID