Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/46062

TítuloJean Rhys e a escrita de Wide Sargasso Sea: as tessituras do eu e as revisitações da memória
Autor(es)Neto, Andreia Patrícia Martins
Orientador(es)Macedo, Ana Gabriela
Data2-Jul-2013
Resumo(s)Wide Sargasso Sea, de Jean Rhys, foi escrito entre 1957 e 1966 como resposta às injustiças coloniais apresentadas por Charlotte Brontë em Jane Eyre. Rhys queria escrever um romance no qual fosse mostrada toda a realidade por detrás do fim trágico da crioula Bertha Mason; fê-lo através da criação da personagem Antoinette (Bertha) Mason, até certo ponto um alterego da escritora. Desta forma os leitores entram em contacto com o mundo dos crioulos (mundo esse que Rhys tão bem conhecia por, também ela, fazer parte dele) e das dificuldades sentidas pelas colónias britânicas neste período de colonização. O objectivo desta dissertação é explorar a forma como o eu feminino busca incessantemente a sua identidade, identidade esta que lhe é roubada pela sociedade patriarcal que a vê como um „segundo sexo‟ (como refere Simone de Beauvoir) e que a confina a um determinado papel – social, pessoal e político –, impedindo-a de se confrontar com o seu verdadeiro eu. Esta é a missão de Rhys, expressa na escrita deste romance e, paralelamente, da sua personagem Antoinette, a luta pela sua verdadeira identidade. A identidade é um tema transversal nas obras de Jean Rhys e em especial de WSS; este seu último romance, sobejamente reconhecido pela crítica, é o culminar de uma carreira literária que se afirmou muitas vezes à margem do cânone literário europeu. Mas trata-se, ao mesmo tempo, da obraprima da escritora, revelando a influência de vários movimentos e teorias críticas do século XX, nomeadamente oriundas no modernismo e como prenúncio do pós-modernismo, assim como das teorias feminista e póscolonial. Este é igualmente um texto fundamental para o estudo do género autobiográfico, sendo que a memória e a sua revisitação são elementos chave deste romance e constituem objectivos fulcrais desta dissertação.
Wide Sargasso Sea by Jean Rhys was written between 1957 and 1966 as a fictional response to the colonial world presented in Jane Eyre by Charlotte Brontë. Rhys wanted to write a novel which displayed the reality behind the tragic end of the creole Bertha Mason; she accomplished it through her portrait (and to a certain extent, her self-portrait) of Antoinette (Bertha) Mason. Thus the readers get in touch with the creole world – a world Rhys knew so well since she was part of it, and the hardship experienced by the British colonies in this late period of the colonial Empire. The purpose of this dissertation is to explore how the female self constantly seeks to find a „stolen‟ identity, of which women had for long been deprived of – socially, politically and emotionally. As stated by Simone de Beauvoir in her famous book, patriarchal society regards women as a „second sex‟; in this novel Jean Rhys, through her protagonist Antoinette, is engaged in a mission – to restore the true identity of her main female character. As it will be discussed in this dissertation, identity is clearly a crosscutting theme in the work of Jean Rhys. WSS, Rhys‟ last novel, was acclaimed by critics as the culmination of a literary career often developed at the margins of the literary and critical canon. Here the writer reveals her syntony with various twentieth century literary movements and theories, from modernism to the onset of post-modernism, issues of gender, feminism and post-colonialism. This novel is also a fundamental text to study the autobiographical genre, since memory and its revisitation play here a central role, and for that reason they are key words in this dissertation.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Língua, Literatura e Culturas Inglesa
URIhttp://hdl.handle.net/1822/46062
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:ILCH - Dissertações de Mestrado
BUM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Andreia Patrícia Martins Neto.pdfTese2,47 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis