Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/46009

TítuloRacionalidade e religiosidade n'O Outro Livro de Job de Miguel Torga
Autor(es)Alves, João Pedro Ferreira
Orientador(es)Ribeiro, Eunice
Palavras-chaveIdentidade
Miguel Torga
Misticismo
Poesia
Racionalidade
Religiosidade
Mysticism
Poetry
Rationality
Religiosity
Data23-Jan-2014
Resumo(s)As obras de Miguel Torga vão, na sua maioria, ao encontro do religioso e do místico. A obra mais em evidência nesta dissertação será O Outro Livro de Job, uma releitura d’O Livro de Job bíblico. Contudo, ir-me-ei debruçar, igualmente, sobre outras obras, sempre que se justificar tal ação. Abordarei, de uma forma mais reflexiva, a escrita do autor, salientando o facto de a dissociação tradicional entre racionalidade e religiosidade ser indelevelmente ultrapassada pelo escritor. Em toda a sua obra existe uma constante recriação literária que vai ao encontro da sua formação científica, a qual interfere bastante com o seu espírito místico. Seguidamente e após uma contextualização d’O Livro de Job bíblico entrar-se-á mais propriamente no tema central da dissertação, em que, baseando-se na dicotomia entre Deus e o poeta Torga, na obra O Outro Livro de Job, procurar-se-á demonstrar que existe uma grande conivência interior entre a razão e a religiosidade do escritor, o qual, servindo-se de textos bíblicos, nos transmite o seu grande conflito no que toca a esta matéria. Paralelamente ao seu espírito agnóstico, Miguel Torga foi, acima de tudo, na Literatura Portuguesa, um grande existencialista, na medida em que colocou sempre em questão os dogmas da Escritura Sagrada, revoltando-se, n’O Outro Livro de Job, com sátira e mordacidade, adotando uma atitude caricatural em busca de uma identidade em clivagem com a condição divina, enaltecendo sempre a humanidade plena. Conforme o próprio refere nos seus textos diarísticos, a sua alimentação diária está no seu ato criador, tendo em conta um espírito desconstrutivo sustentado na Bíblia.
Miguel Torgas’ pieces, works and essays go mostly to meet the religious and mysthical boundaries. The most evident piece of work on this dissertation will be O Outro Livro de Job which is a retelling and a reinterpretation of the biblical passage of the O Livro de Job. Despite being the central piece of my work I will also dedicate myself and focus other works and pieces whenever needed. I will also focus, in a more reflexive way the author' s writing, giving specially attention to the fact that the traditional dissociation between reason and religion is indelibly overcome by the author. There is a constant literary recreation throughout the all piece, which leads to a meeting point with his scientific training and backgrounds, which undoubtedly interferes with his quite mysthical spirit and beliefs. After a deeper contextualization of the biblical O Livro de Job I will dedicate to the main theme of this dissertation, always bearing in mind the dichotomy between God and the Poet Torga present and enlightened in O Outro Livro de Job. I will also try to demonstrate the existence and presence of a deep inner collusion between reason and religion, that by the references to biblical passages, it is the author's purpose to enlighten the inner conflict regarding this issue. Alongside its agnostic spirit, Miguel Torga was, above all, a great and deep existentialist, as he have always questioned the holly biblical dogmas, rebelling himself in O Outro Livro de Job , with sarcasm, satire and poignancy, always adopting, at the same time a caricatured attitude towards these dogmas, in the hope of finding an identity cleavage in the form of God , exalting humanity in its deeper and true sense and meaning. According to him, and to what he writes in his diaristics writings, his daily diet comes from its creative act of writing which draw his and our attention to his deconstructive spirit sustained in and by the holly bible. There is thus at the heart of the Torguiana writing, several and constant analogies with biblical passages, impregnated with scientism, which by itself demonstrates his rational - mystical vein in everything he says and do.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Teoria da Literatura e Literaturas Lusófonas
URIhttp://hdl.handle.net/1822/46009
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:ILCH - Dissertações de Mestrado
BUM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
João Pedro Ferreira Alves.pdfTese2,05 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis