Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/45809

TítuloA competitividade regional externa das NUTS II de Portugal e Espanha
Autor(es)Pereira, Orlando P.
Elvira Pacheco Vieira
Sofia Gomes
Palavras-chaveCompetitividade
Produtividade
Inovação
Portugal
Capital Humano
Espanha
DataMai-2017
EditoraIsag – European Business School
RevistaEuropean Journal of Applied Business and Management
Resumo(s)Purpose: O artigo procura dar uma abordagem sobre a evolução da competitividade regional externa das regiões de Portugal e Espanha, com base na análise da orientação exportadora das Unidades Territoriais de nível II para fins Estatísticos (NUTS II), colocando em evidência o triângulo de dinamismo económico constituído pela produtividade, inovação e capital humano, com o objetivo de avaliar o progresso dos índices de competitividade internacional e respetiva eficiência setorial. Design/methodology/approach: O estudo empírico é realizado com base na análise de dados recolhidos para o período compreendido entre 2000 e 2014, sendo construído um sistema de equações econométricas que procuram refletir a influência das diferenças setoriais e de desenvolvimento regional, sobretudo ao nível da produtividade e capital intangível, sobre o nível de procura externa em função da riqueza gerada por cada região. Findings: O resultado das estimações aponta para diferentes conclusões na explicação da variabilidade da orientação exportadora, consoante a estrutura produtiva e dotação de fatores das NUTS II, demonstrando-se que as assimetrias regionais condicionam o cumprimento de alguns pressupostos teóricos observados na generalidade da literatura científica. As variáveis afetas à produtividade, Valor Acrescentado Bruto (VAB), emprego e capital intangível tendem a ter comportamentos diferentes em função da estrutura económica setorial, considerando-se apenas os setores secundário e terciário. Originality/value: O estudo da competitividade encontra-se normalmente focado no lado da oferta, sendo a variável preferencialmente caracterizadora deste conceito a produtividade. Neste estudo pretendemos analisar o lado da procura externa, perspetiva de estudo ainda pouco explorada no contexto da Península Ibérica.
Tipoarticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/45809
ISSN2183-5594
Versão da editorahttp://nidisag.isag.pt/index.php/IJAM/article/view/244/244-751-1-RV
Arbitragem científicayes
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:NIMA - Artigos/Papers

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2017_EJABM_Elvira_Orlando_Sofia.pdf410,17 kBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis