Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/45740

TitleDa ansiedade na escola ao burnout no emprego: dois autorrelatos de jovens adultos
Other titlesAnxiety in school to burnout at work: two reports of young adults
Author(s)Cruz, Judite Zamith
KeywordsEstudo de casos
Jovem adulto
Stress
Burnout
Género
Case studies
Young adult
Gender
Issue date2016
PublisherAxioma - Publicações da Faculdade de Filosofia
CitationZamith-Cruz, J. (2016). Da ansiedade na escola ao burnout no emprego: Dois autorrelatos de jovens adultos. In F. Lobo (Org.), Psicologia do Trabalho e das Organizações: Contributos (pp. 113-130). Braga: Axioma - Publicações da Faculdade de Filosofia [ebook].
Abstract(s)A ansiedade gerada por stress pode reduzir a motivação e prejudicar o processo de ensino-aprendizagem. Na atualidade, as razões plausíveis e investigadas para as mulheres sofrerem mais de ansiedade e de depressão do que homens observam-se em múltiplos níveis: multifatorial, neurobiológico (e genético), psicológico e cultural. Defende-se que, com o estudo biológico da "reação de lutar ou fugir” (Cannon, 1927), se veio a evidenciar que elas “desaceleram”, em termos hormonais, ou seja, amortecem os efeitos do sistema orgânico, quando enfrentam situações em que o coração bata mais forte e a adrenalina seja libertada (Craske & Chowdhury, 2006, pp. 8-9). O objetivo central da investigação qualitativa por método de Estudo de Caso é dar corpo e aprofundar a condição humana de burnout, segundo uma perspetiva de stress e de género. Por autorrelato/introspeção, dois jovens estudantes do ensino superior, com os nomes fictícios, escreveram sobre as suas preocupações e insucesso escolares. Serão também clarificados conceitos, da “preocupação de ansiedade generalizada” ao burnout, com ilustrações do quotidiano. A rapariga sofre de ansiedade e ele fo¡ vítima de bullying na escola básica. Elucidar-se-ão técnicas de aconselhamento psicológico para se enfrentar o risco de burnout, ansiedade e depressão. Das conclusões, pode afirmar-se que a ansiedade/stress e mais conotada com a psicologia individual (de lipo context-free), invadindo a vida social e familiar da jovem. O burnout é dito job-related (Maslaoh, Schaufeli & Leiter, 2001 ), como no relatado por ele, sobre uma “perturbação de adaptação”. Foram abordados padrões de conduta dos dois jovens que são facilmente alarmados e impacientes, alunos irregulares, personalidades de Tipo A, para se insistir no apoio familiar a Madalena e social a Mário, afastado de família com notório mal-estar subjetivo.
The anxiety caused by stress can reduce the motivation and undermine the teaching-learning process. The plausible research motives for women suffer more anxiety and depression than men is now observed at multiple levels: multifactorial, neurobiological (and genetic), psychological, and cultural. It is argued that, with the biological study of the “fight-or-flight” (Cannon, 1927), it is evident that women “slow”, hormonally, that is to say, they reduce the effects of the organic system, when facing situations in which the heart beat stronger, and adrenaline is released (Craske & Chowdhury, 2006, pp. 8-9). The main objective for the qualitative research by method of case study is to give body and deepen the human condition of burnout, according to a perspective of stress and gender. With the technique of self-report/introspection, two young students of higher Education, wrote about their worries and school failures. It is further clarified concepts, from “generalized anxiety disorder” to burnout, and designed everyday illustrations. The young woman suffers from anxiety and the young man was bullied in elementary school. We will elucidate psychological counseling techniques to face the risk of burnout, anxiety and depression. From the conclusions, it can be said that anxiety/stress is more connoted with individual psychology (of context-free type), invading the social, and family life of the girl. The burnout is said job-related (Maslach, Schaufeli & Leiter, 2001), as reported by the boy, unemployed, about a “disorder of adaptation.” We discussed conduct patterns of the two irregular students, who are easily alarmed and impatient, Type A personalities. We insist on family support for her, and on social support of him, away from family with noticeable and subject discomfort.
TypeBook part
URIhttp://hdl.handle.net/1822/45740
DOI10.17990/Axi/2016_9789726972556_113
e-ISSN978-972-697-255-6
Peer-Reviewedyes
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:CIEd - Capítulos de Livros / Book chapters

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Zamith-Cruz2016_Da_ansiedade....pdf
  Restricted access
40,89 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID