Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/44692

TitleRisco de crédito e a dimensão das empresas: maior risco nas PME's?
Other titlesCredit risk and the enterprise size: higher risk in SMEs?
Author(s)Nunes, Ana Paula Gonçalves
Advisor(s)Costa, Carlos Alberto Arriaga Taboleiros
KeywordsRisco de crédito
PME’s
Grandes empresas
Género
Credit risk
SMEs
Large enterprises
Gender
Issue date2016
Abstract(s)O crédito bancário é um meio de financiamento importante para a maioria das empresas. Inerente a este meio de financiamento está o risco de crédito. O objetivo principal desta dissertação é analisar a relação entre o risco de crédito e a dimensão das empresas. Ou seja, analisar se as pequenas e médias empresas oferecem maior risco do que as grandes empresas. E em segundo plano perceber se a propriedade/gestão das mulheres representa mais risco do que a dos homens. Para isso, o estudo recorre a um modelo de regressão logit analisando variáveis quantitativas e qualitativas. As variáveis quantitativas são rácios financeiros relacionados com a liquidez, alavancagem, rentabilidade e cobertura. Como variáveis qualitativas são analisados a idade e a dimensão das empresas e ainda o género do proprietário/gestor das empresas. A amostra refere-se a empresas do setor da indústria transformadora usando dados em painel para o período de 2006-2014. Com os resultados obtidos pode-se concluir que as empresas jovens não têm maior risco do que as empresas com mais anos. Também as variáveis que representavam a rentabilidade e a cobertura das empresas mostraram-se estatisticamente significativas. Quanto à relação entre a dimensão das empresas e o risco de crédito é inconclusiva pois os resultados obtidos não são significantes ao nível de 5%. Relativamente ao género não foi possível tirar conclusões, pois os resultados também não eram estatisticamente significativos.
Bank credit is an important means of financing for most enterprises. The credit risk is inherent to this way of financing. The main objective of this dissertation is to analyze the relationship between credit risk and the enterprise size. Thus, analyze if small and medium-sized enterprises offer greater risk than large enterprises and to understand if the ownership/management of women means more risk than enterprises owned and managed by men. This study uses a logit regression model analyzing quantitative and qualitative variables. Quantitative variables are financial ratios related to liquidity, leverage, profitability and coverage. And qualitative variables analyze the age and the enterprise size and even the owner/manager’s gender of these enterprises. The sample refers to the manufacturing sector companies using panel data between 2006 and 2014. With the results obtained we can conclude that young enterprises don’t represent greater risk than older enterprise. Also the variables representing profitability and coverage of enterprises were statistically significant. The relationship between the enterprise size and the credit risk is inconclusive because the results aren’t significant at the 5% level. When it comes to gender it wasn’t possible to draw conclusions because the results weren’t also statistically significant.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Economia Monetária Bancária e Financeira
URIhttp://hdl.handle.net/1822/44692
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
EEG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Paula Gonçalves Nunes.pdf2,23 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID