Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/44277

TitleAvaliação de desempenho docente em tecnologias da informação e comunicação: um estudo transcultural Brasil – Portugal: relatório técnico
Author(s)Joly, Maria Cristina Rodrigues Azevedo
Vendramini, Claudette Maria Medeiros
Dias, Anelise Silva
Prates, Eli Andrade Rocha
Piovezan, Nayane Martoni
Martins, Ronei Ximenes
Almeida, Patrícia Vasconcelos
Almeida, Leandro S.
Silva, Bento Duarte da
Araújo, Alexandra
KeywordsAvaliação psicológica
Literacia digital
Psicometria
Informática educacional
Perfil docente
Ensino superior
Issue dateMay-2014
PublisherUniversidade de Brasília (UnB)
CitationJoly, M. C., Martins, R., Almeida, L., Silva, B., Araújo, A., & Vendramini, C. (2014). AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE EM TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO: UM ESTUDO TRANSCULTURAL BRASIL – PORTUGAL. Brasília, DF: Universidade de Brasília.
Abstract(s)A presente pesquisa, de caráter interinstitucional e transcultural, teve como objetivo caracterizar e verificar diferenças de perfil do docente universitário no Brasil e Portugal quanto ao seu desempenho relativo ao uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) e aplicação destas na educação utilizando-se de escalas de avaliação válidas e precisas para os dois países. Os 505 participantes eram, na sua maioria, do sexo feminino, tendo como nível predominante de formação o mestrado e o doutorado, sendo a maior parte da área de Humanidades e Ciências Sociais. As idades variaram entre 22 e 73 anos, situando-se o tempo de docência entre seis meses e 39 anos. Construiu-se uma escala de autorelato para avaliar a literacia digital dos participantes cujas propriedades psicométricas foram aferidas para Brasil e Portugal. A Escala de Avaliação da Literacia Digital para Professores conta com evidências de validade estrutural obtidas por análises fatorial exploratórias e precisão de 0,93. Os resultados acerca da investigação direta com os docentes acerca da Literacia Digital sugerem que as tecnologias digitais mais utilizadas nos dois países foram o computador, aplicativos como editor de texto, navegadores de web, power point, PDF, telemóvel, ambientes virtuais de aprendizagem e projetor multimídia. Especificamente no que diz respeito à utilização da internet, a maioria de docentes relata utilizar diariamente para e-mail, notícias e criar documentos. Quanto à literacia digital especificamente, identificou-se uma competência maior para um uso instrumental das tecnologias do que para a gestão pedagógica, havendo diferenças estatisticamente significativas entre os países, a favor da amostra brasileira. Considerando o conjunto de resultados, importa destacar a similaridade da competência digital dos docentes universitários dos países investigados, indicando a necessidade de se desenvolverem programas de formação voltados para a gestão pedagógica com recurso às tecnologias digitais.
TypeReport
DescriptionContém em anexo a escala ALiDiP - Avaliação da Literacia Digital para Professores, com dois fatores: Fator 1 - “Competência em Gestão Pedagógica”; Fator 2 “Competência Instrumental”.
URIhttp://hdl.handle.net/1822/44277
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEd - Outros documentos/Other documents


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID