Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/4399

TitleA contar é que a gente se entende: literatura e educação
Author(s)Simões, Rita
Azevedo, Fernando José Fraga de
KeywordsEducação
Valores
Literatura infantil
António Lobo Antunes
Issue dateSep-2005
PublisherUniversidade do Minho. Centro de Investigação em Educação (CIEd)
CitationIn SILVA, Bento D. ; ALMEIDA, Leandro S., coord. – “Actas do Congresso Galaico-Português de Psicopedagogia, 8, Braga, Portugal, 2005” [CD-ROM]. Braga : Centro de Investigação em Educação do Instituto de Educação e Psicologia da Universidade do Minho, 2005. ISBN 972-8746-36-9. p. 229-238.
Abstract(s)O acto de leitura/audição de um conto deve ser um acto de enriquecimento, um acto de aprendizagem, uma experiência. No entanto, para tal ser possível, parece-nos necessário que seja explorada a natureza pluri-significativa do texto literário, levando o aluno a questioná-lo e a relacionar-se efectiva e afectivamente com ele, desenvolvendo-se não apenas como leitor mas também enquanto pessoa. É nesta relação efectiva e afectiva com o texto literário que os leitores contactam com valores e problemáticas que contribuem para a sua formação enquanto ser humano. A História do Hidroavião, de António Lobo Antunes, aparece-nos como sendo um bom exemplo de como um conto pode ser percepcionado enquanto “veículo” para o conhecimento/aprendizagem da complexidade do ser humano. Os sentimentos e emoções daqueles que abruptamente foram obrigados a voltar à metrópole escondem-se nas entrelinhas de cada uma das páginas mas logo se mostram a cada acto e a cada fala das personagens.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/4399
ISBN972-8746-36-9
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:DCILM - Comunicações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
16.pdf68,32 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID