Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/43549

TitleDurabilidade da ligação entre o betão e laminados de CFRP aplicados de acordo com a técnica NSM
Author(s)Fernandes, Pedro Miguel Gomes
Sena-Cruz, José
Xavier, José
Silva, Patrícia Moreira
Soares, Sérgio
KeywordsNSM
Aderência
CFRP
Durabilidade
Degradação
Issue dateNov-2016
Abstract(s)Nos últimos anos, considerável investigação tem sido desenvolvida no reforço de estruturas de betão armado com a técnica NSM. Esta técnica consiste na introdução de laminados ou varões de FRP em ranhuras pré-executadas no betão de recobrimento do elemento a reforçar. Normalmente, são utilizados adesivos epoxídicos na ligação entre FRP e betão O presente trabalho procura contribuir para o conhecimento da durabilidade do comportamento da aderência entre o betão e laminados de fibra de carbono (CFRP) aplicados de acordo com a técnica NSM, de modo a colmatar algumas lacunas relevantes que existem sobre este assunto. Com esse propósito, foi realizado um extenso programa experimental através de ensaios de arranque direto em provetes cúbicos de betão reforçados com laminados de CFRP aplicando a técnica NSM (sistema NSM CFRP). A geometria da ranhura, o comprimento de amarração e a classe de resistência do betão foram considerados parâmetros fixos. Os provetes foram inicialmente submetidos a ações ambientais de envelhecimento acelerado e posteriormente ensaiados até à rotura de forma a ser avaliado o respetivo comportamento da ligação entre CFRP e betão. O efeito das seguintes condições ambientais no comportamento da ligação foi estudado: (i) imersão em água pura; (ii) imersão em água com cloretos; (iii) ciclos de molhagem/secagem em água com cloretos; (iv) ciclos térmicos; e, (v) ciclos de gelo/degelo. O período de exposição variou entre 240 a 480 dias. Após terem sido submetidos às respetivas condições ambientais, os provetes foram monotonicamente ensaiados até à rotura, monitorizando-se a força de arranque aplicada e o deslizamento do laminado na extremidade carregada da ligação. As ações ambientais investigadas não conduziram a níveis de degradação significativos no desempenho global da ligação do sistema NSM CFRP-betão, sendo que a máxima redução da resistência da ligação obtida foi cerca de 5% e ocorreu nos provetes que estiveram expostos a 240 ciclos de gelo-degelo.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/43549
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:ISISE - Comunicações a Conferências Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fernandes_et_al_Artigo71_BE2016.pdf851,79 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID