Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/43452

TítuloOs acontecimentos significativos e a relação terapêutica: Compreendendo a mudança em psicoterapia
Outro(s) título(s)Significant events and therapeutic relationship: Understanding the change in psychotherapy
Autor(es)Corrêa, Andriza Saraiva
Orientador(es)Ribeiro, Eugénia
Data2-Set-2016
Resumo(s)Na perspectiva da investigação sobre o processo de mudança em psicoterapia, utilizamos dois construtos essenciais, de forma complementar, para compreender como a mudança ocorre em psicoterapia. Um desses construtos, enquadra-se na abordagem dos acontecimentos significativos desenvolvida por Elliott (1985), que define “acontecimento significativo” como todo e qualquer momento situado nas sessões de terapia, em que o cliente experiencia, em algum nível, a sua mudança. Estes momentos consistem em segmentos das sessões terapêuticas, que se referem a alguma interação, ação ou reação específica, e que implicam um efeito terapêutico de natureza útil para o avanço do cliente. As pesquisas sobre os acontecimentos significativos têm vindo a ser desenvolvidas como forma de compreender os momentos mais produtivos do trabalho terapêutico e orientar as ações dos terapeutas. Além disso, esta abordagem pressupõe que os acontecimentos geram impactos úteis que refletem os passos ou processos através dos quais a terapia produz a mudança. A seleção do segundo construto estudado baseou-se no pressuposto de que a mudança em psicoterapia se dá através de uma boa relação entre o terapeuta e seu cliente. Uma boa aliança e um trabalho colaborativo entre a díade são frequentemente associados como variáveis preditoras de bons resultados terapêuticos. Outrossim, estudos que investigam o processo de mudança consideram interessante compreender como a relação terapêutica move a terapia, e concentram-se nos microprocesssos interativos envolvidos no desenvolvimento da relação entre terapeuta e cliente. Assim, nesta tese assumimos como um outro construto central o de colaboração terapêutica, analisada a um nível microanalítico. Vários estudos empíricos revistos na revisão sistemática da literatura - nosso primeiro estudo, apontaram para uma lacuna na literatura sobre o processo de mudança sob a abordagem dos acontecimentos significativos e da relação terapêutica em simultâneo. Consideramos que para entender os processos de mudança seria interessante averiguar o que acontece no trabalho dialético momento-a-momento entre terapeuta e o cliente e as possíveis relações com os acontecimentos significativos e impactos úteis. Entretanto, o nosso objetivo prévio foi analisar os acontecimentos significativos e os impactos úteis, considerando a complementaridade das perspectivas do cliente e do terapeuta. Desenvolvemos um Sistema de categorias de impactos úteis no segundo estudo que se inclui nesta tese. Este sistema foi aplicado no terceiro estudo, quando comparamos um caso de sucesso e um caso de insucesso clínico, e no quarto estudo, quando relacionamos os acontecimentos e as interações terapêuticas. Utilizando uma metodologia indutiva, categorizamos os acontecimentos, diferenciando-os em função de três categorias: de ações do terapeuta, ações do cliente, ou ações em conjunto. Utlizando uma metodologia dedutiva, categorizamos os impactos úteis para a mudança do cliente a partir do Sistema de categorias de impactos úteis. Os resultados em geral são consistentes com a teoria e parece não haver um padrão que diferencie as duas perspectivas, embora tenha sido possível perceber uma maior divergência entre as perspectivas do cliente e da terapeuta no caso de insucesso do que no caso de sucesso. No quarto estudo utilizamos o Sistema de codificação da colaboração terapêutica, no intuito de microanalisar momento-a-momento a interação entre a díade terapêutica, aquando do início dos acontecimentos significativos. Analisamos os acontecimentos utilizando uma metodologia indutiva e categorizamos os impactos úteis com Sistema de categorias de impactos úteis. Os resultados deste estudo sugerem que intervenções no nível de desenvolvimento potencial do cliente são muito importantes na promoção de acontecimentos significativos, bem como quer a experiência do cliente de segurança, quer de risco intolerável. Isto sugere que intervenções fora da zona de desenvolvimento do cliente podem ser também significativas, contribuindo para o processo de mudança em psicoterapia, desde que ocorram num clima terapêutico caracterizado por segurança e conforto.
From the perspective of research on the process of change in psychotherapy, we used two main constructs, in a complementary way, to understand how change occurs in psychotherapy. One of these constructs is part of the approach of significant events developed by Elliott (1985) defining "significant event" as any moment located in therapy sessions, where the client experience at some level, their change. These moments consist of segments of therapy sessions, which refer to some interaction, action or specific reaction, and that involve a helpful therapeutic effect for the client improvement. Significant events research has been developed in order to understand the most productive moments of the therapeutic work and to guide the therapist’s actions. In addition, this approach assumes that these events cause helpful impacts that reflect the steps or processes by which the therapy produces the changes. The selection of the second studied construct is based on the assumption that the change in psychotherapy is through a good relationship between the therapist and client. A good alliance and a collaborative work between the dyad are often associated as predictors of good therapeutic outcomes. Furthermore, studies investigating the process of change consider interesting to understand how the therapeutic relationship contribute to change in therapy, and has been focused in the interactive microprocesses involved in the development of the relationship between therapist and client. Thus, in this thesis we assume the construct of the therapeutic collaboration, analyzed a microanalytical level, also as central. Several empirical studies reviewed in systematic review of literature – our first study, pointed to a lack in the literature on the process of change in the approach of significant events and the therapeutic relationship simultaneously. We consider that to understand the processes of change would be interesting to find out what happens in the dialectical working moment-to-moment between therapist and client and possible relationships with significant events and helpful impacts. However, our prior aim was to analyze the significant events and the helpful impacts, considering the complementarity of the client and therapist perspectives. We developed a System of helpful impact categories in the second study, which is included in this thesis. This system was applied in the third study, when we compared a good and a poor outcome cases and in the fourth study, when we relate the events and therapeutic exchanges. Using an inductive methodology, we categorize the events differentiating them according to three categories: the therapist actions, client actions, or joint actions. Using a deductive methodology from the system of helpful impact categories we categorized the helpful impact on the client’s change. In general, the results were consistent with the theory and it does not seem to be a pettern that differentiates the two perspectives, although it was possible to see a greater divergence between the client and therapist perspectives in the poor outcome case than good toucome case. In the fourth study we used the Therapeutic collaboration coding system in order to microanalyze, in a moment-to-moment level, the therapeutic exchanges among the dyad at the start of significant events. We analyzed the significant events using an inductive method and categorized the helpful impacts from the System of helpful impact categories. The results of this study suggest that interventions on the client level of potential development are very important in the promotion of significant events, as well as the safety or intolerable risk client experiences. This suggests that interventions outside the client development zone can also be significant, contributing to the process of change in psychotherapy if it occurs in a therapeutic climate characterized by safety and comfort.
TipodoctoralThesis
DescriçãoTese de Doutoramento em Psicologia Aplicada
URIhttp://hdl.handle.net/1822/43452
AcessorestrictedAccess
Aparece nas coleções:CIPsi - Teses de Doutoramento
BUM - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Andriza Saraiva Correa.pdf3,8 MBAdobe PDFVer/Abrir  Solicitar cópia ao autor!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis