Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/42534

TítuloPromoção de competências de autor-regulação na escrita: Um estudo com alunos do 4.º ano do Ensino Básico
Outro(s) título(s)Improving self-regulation procedures in writing: A study with 4th grade students in the elementary school
Autor(es)Högemann, Julia Helene
Orientador(es)Rosário, Pedro
Palavras-chaveAutorregulação da Aprendizagem
Escrita de Composições
Week-Journals
Estórias
Self-Regulation in Learning
Writing Compositions
Week-Journals
Self-Regulated Strategy Development
Story-tools
Data14-Abr-2016
Resumo(s)A escrita de composições consiste numa atividade extremamente complexa que exige dos alunos não só conhecimentos acerca do texto, do assunto a escrever, como também de estratégias a utilizar durante o planeamento, escrita e revisão do texto. Segundo dados nacionais e internacionais, grande parte dos alunos manifestam severas dificuldades nesta atividade, tendo repercussões negativas ao longo de todo seu percurso escolar e vida adulta. Por este motivo, nas últimas décadas, têm sido efetuadas reformas para o ensino da escrita, contudo, as dificuldades face à mesma subsistem, sendo superiores à leitura e à matemática. Dado o cenário apresentado, que reúne preocupações diversas, urge a necessidade de desenhar programas com diferentes graus de intervenção para responder ao variado leque de necessidades educativas de acordo com os recursos existentes. De modo a responder às lacunas identificadas, a presente tese encontra-se estruturada em quatro capítulos correspondentes a quatro trabalhos científicos. No primeiro capítulo salienta-se (i) o papel da autorregulação da aprendizagem no ensino das estratégias de escrita para a melhoria da qualidade da escrita; (ii) a utilização das estórias como eficazes ferramentas promotoras de competências de autorregulação da aprendizagem; e (iii) o contributo das estórias na promoção de competências de autorregulação na escrita. Este trabalho, aceite para publicação num capítulo de um livro internacional sintetiza todo o corpo teórico que sustenta os estudos empíricos incluídos na presente tese. O segundo capítulo providencia um manual prático dirigido a professores do 1.º ciclo do Ensino Básico sobre um programa de promoção de competências de autorregulação na escrita de composições que combina um modelo de intervenção na escrita empiricamente validado e uma estória-ferramenta. Este capítulo, que correspondeu a um convite dos investigadores do SIG (i.e., Special Interested Group) de escrita da EARLI será publicado oportunamente num e-book. Este descreve todas as sessões do programa, fornecendo estratégias e materiais para melhorar a qualidade da escrita de composições. No terceiro capítulo é apresentado o primeiro estudo empírico desta tese (submetido a uma revista científica internacional) que avalia o impacto da utilização de atividades livres de escrita (i.e., escrever um journal sobre as experiências vividas durante semana) na melhoria da qualidade da escrita de composições ao longo de 12 semanas. Este estudo é de grande relevância educacional e social, uma vez que revela que escrever journals semanalmente, contribui significativamente para a melhoria da qualidade da escrita de composições de alunos do 4.º ano de escolaridade num reduzido período de tempo. O estudo revela ainda que as melhorias são tanto maiores quanto melhor for a qualidade dos journals escritos pelos alunos. Contudo, esta atividade de escrita apresenta um efeito de teto após três semanas de utilização. Apesar dos resultados serem promissores, continua a haver necessidade de intervir sobre as dificuldades de escrita dos alunos, passando para campos de ação que envolvam programas especializados na promoção de competências de escrita e autorregulação da aprendizagem. O último capítulo apresenta um segundo estudo empírico, submetido a uma revista científica internacional, que procurou avaliar, ao longo de 12 semanas, o impacto de três intervenções promotoras da qualidade da escrita de composições com grau crescente de especialização destinadas a alunos do 4.º ano de escolaridade (i.e., escrita de journals semanais; programa de intervenção na escrita empiricamente validado; programa de intervenção na escrita empiricamente validado combinado com uma estória-ferramenta promotora de competências de autorregulação da aprendizagem). Os dados revelam que a melhoria da qualidade da escrita de composições aumenta tanto quanto maior é o grau de especialização da intervenção implementada. Contudo, as diferenças entre os alunos que participaram no programa de intervenção na escrita empiricamente validado e os alunos que participaram no programa de intervenção combinado não são estatisticamente significativas. Apesar de não se verificar uma melhoria significativamente superior nos alunos que participaram no programa combinado, os relatos dos professores e a experiência no terreno indicam que a utilização da estória-ferramenta facilitou o envolvimento dos alunos na aprendizagem das estratégias de escrita. No futuro são necessários mais estudos que aprofundem o conhecimento sobre o processo de autorregulação na escrita, por exemplo, combinando metodologias quantitativas e qualitativas de investigação. Os trabalhos desenvolvidos permitem concluir que é possível melhorar a qualidade da escrita de composições em diferentes níveis de atuação consoante as necessidades e recursos existentes, através, por exemplo, de uma lógica de Response to Intervention (RTI).
Writing compositions is an activity extremely complex that requires from students, not only, knowledge about text and the topic, but also about the strategies regarding planning, writing and revision of the text. According to national and international data, a great number of students demonstrate to have severe difficulties in this activity, leading to negative repercussions throughout schooling and adult life. For this reason, in the last decades, reforms have been made in the field of the teaching of writing. However these writing difficulties tend to subsist, being higher than in reading or in mathematics. Given the scenario presented, which brings together several concerns, there is an urgent need to design programs with different levels of intervention in order to address the wide range of educational needs according to the existing resources. In order to meet the identified gaps, the current doctoral thesis presents four chapters corresponding to four accepted and submitted scientific works. The first chapter covers: (i) the role of self-regulated learning in the teaching of writing strategies to enhance writing quality; (ii) the usage of stories as effective tools to promote self-regulation skills; and (iii) the contribution of stories to the promotion of self-regulation in writing. This work, accepted for publication in an international book chapter, synthetizes the theoretical background that supports the empirical studies included in the current thesis. The second chapter provides a practical guide, targeted to elementary school teachers, that is based on a program to promote self-regulation in writing compositions that combines an evidencebased writing intervention model with a story-tool. This chapter, results from an invitation of researchers of SIG (i.e., Special Interested Group) Writing of EARLI, which will be published in the form of an e-book. It describes all the sessions of the program and provides strategies and materials to enhance the writing quality of compositions. The third chapter corresponds to the first empirical study of this thesis, which has been recently submitted for peer-review in an international scientific journal. This research assessed the impact of a free writing activity (i.e., writing a journal on the real-life experiences of the week) on writing quality of compositions for 12 weeks. This study has important educational and social relevance, showing that writing week-journals significantly contributes to fourth graders’ writing quality of compositions in a short period of time. This study has also found that the improvements in writing quality increase with the quality of the journals written by students. Nevertheless this writing activity has a ceiling effect after three weeks of intervention. Despite of the promising results, there remains a need to intervene on the students' writing difficulties, moving to areas of action that involves specialized programs to promote writing and self-regulated learning skills. The last chapter presents the second empirical study of this thesis, which has been recently submitted for peer-review in an international scientific journal, that examined, for 12 weeks, the impact of three interventions with increasing levels of specialization aiming to promote the writing quality of compositions of fourth graders (i.e., week-journals, evidence-based writing intervention model, and evidence-based writing intervention model combined with a story-tool as a promoter of self-regulated learning). Data showed that students’ writing quality is higher for students enrolling in a treatment condition with a high degree of specialization. Notwithstanding, the differences found between students who participated in the evidence-based writing intervention and the students who participated in the combined intervention program were not statistically significant. Despite the writing quality is not significantly higher for students who participated in the combined intervention program, teachers’ reports and the experience from the research field indicated that the usage of the story-tool facilitated students’ engagement during the learning of writing strategies. Further research is needed to deepen the knowledge concerning the process of self-regulation in writing using, for example, quantitative and qualitative research methods. The developed works allowed concluding that it is possible to improve students’ writing quality of compositions using different levels of action according to extant needs and resources through a logic of Response to Intervention (RTI).
TipodoctoralThesis
DescriçãoTese de Doutoramento em Psicologia Aplicada
URIhttp://hdl.handle.net/1822/42534
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:CIPsi - Teses de Doutoramento
BUM - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Julia Helene Hogemann.pdf4,13 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis