Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/42527

Title"Cuidarei, enquanto puder": A qualidade de Vida e a (in)satisfação das necessidades dos cuidadores informais com 50 e mais anos
Other titles“I will take care, for as long as I can”: The Quality of Life the (dis)satisfaction of needs of informal caregivers aged 50+
Author(s)Barbosa, Fátima Cristina Senra
Advisor(s)Matos, Alice Delerue
Loriaux, Claude Michel
Issue date21-Apr-2016
Abstract(s)Reconhecendo a crescente importância dos prestadores de suporte informal com 50 e mais anos e a existência de diferenças entre a prestação de suporte informal corresidencial e extrarresidencial, esta investigação visa atingir três objetivos: a caraterização dos prestadores de cuidado corresidencial e prestadores de apoio extrarresidencial, relativamente aos não prestadores de cuidado/apoio ao nível sociodemográfico, económico, de saúde, proximidade emocional dentro da rede social e atividades sociais; a análise da relação entre prestação de cuidado corresidencial e/ou apoio extrarresidencial e a Qualidade de Vida (QdV) dos indivíduos com 50 e mais anos; e a análise dos preditores de QdV dos cuidadores corresidenciais com 50 e mais anos. Para tal, privilegiamos a investigação por métodos mistos, mais concretamente o Desenho Explicativo Sequencial. Na primeira fase do trabalho (fase quantitativa) analisamos amostras representativas de 16 países europeus, participantes na quarta vaga do projeto SHARE (Survey of Health, Ageing and Retirement in Europe), e concluímos que existem diferenças significativas entre os cuidadores corresidenciais e prestadores de apoio extrarresidencial, relativamente aos não prestadores de cuidado/apoio, ao nível das variáveis analisadas; que a relação entre prestação de suporte informal e QdV varia de acordo com o país e o tipo suporte informal realizado; e que o maior número de limitações nas atividades básicas de vida diária (ABVD), possuir duas ou mais doenças crónicas, ter quatro ou mais sintomas depressivos, realizar pouca ou nenhuma atividade física e prestar de cuidados ao cônjuge assumem-se como preditores de baixa QdV nos cuidadores corresidenciais, enquanto estar envolvido em atividades sociais apresenta-se como preditor que aumenta a QdV. Na segunda fase do trabalho (fase qualitativa) centramo-nos na realidade portuguesa e analisamos as características do cuidado conjugal providenciado pelos indivíduos com 50 e mais anos e tentamos compreender porque é que este tipo de cuidados está relacionado com uma baixa QdV. A análise revela que a prestação de cuidados corresidenciais conjugais caracteriza-se pela execução de um complexo conjunto de tarefas, pela existência de um conjunto de incapacidades pessoais e um défice de políticas públicas, contexto que limita as oportunidades sociais dos cuidadores e contribui para a insatisfação das suas necessidades. Esta investigação contribui para um maior conhecimento sobre a realidade dos prestadores de suporte informal com 50 e mais anos em 16 países europeus e evidencia a existência de importantes diferenças na QdV destes indivíduos, de acordo com o país e tipo de suporte informal realizado.
Recognizing the increasing importance of individuals aged 50+ in the provision of informal support and the fact that there are clear differences between co-residential and extra-residential informal support, this investigation has three main objectives: characterization of co-residential carers and extra-residential helpers compared to noncarers/ helpers at the socio-demographic, economic, health, emotional closeness within social network and social activities levels; analysis of the relation between coresidential care and/or extra-residential help and the Quality of Life (QoL) of individuals 50+; and co-residential carers 50+ QoL predictors’ analysis. To that end, the mixed methods research was selected, more specifically the Sequential Explanatory Design. In the first phase (quantitative phase), a representative sample of 16 European countries was analysed, which participated in the fourth wave of SHARE (Survey of Health, Ageing and Retirement in Europe). The following conclusions were drawn: there are significant differences between co-residential carers and extra-residential helpers compared to non-carers/helpers considering the analysed variables; the relation between the provision of informal support and QoL of individuals 50+ varies between countries and the type of informal support provided; and that having more limitations in daily living basic activities, two or more chronic diseases, four or more depressive symptoms, lower physical activity and being a spousal caregiver are predictors of low QoL within co-residential carers, while being involved in more social activities is a predictor of high QoL. In the second phase (qualitative phase), the Portuguese reality was studied and the characteristics of spousal care provided by individual 50+ were analysed, focusing on understanding why this type of informal support is related with low QoL. Co-residential spousal caregivers are involved in a complex set of activities; they experience a set of personal incapability and the absence of public policies that limit or reduce their social opportunities and contribute to their needs dissatisfaction. This research contributes to a better understanding of the realities of informal supporters aged 50+ in 16 European countries and highlights the existence of important differences within the QoL of these individuals according to the country and type of informal support provided.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de Doutoramento em Sociologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/42527
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
CECS - Teses de doutoramento / PhD theses
DS - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fátima Cristina Senra Barbosa.pdf9,28 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID