Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/41626

TitlePerceção e produção de sons consonânticos do português europeu por aprendentes chineses
Author(s)Oliveira, Diana Moreira de
Advisor(s)Flores, Cristina
Rato, Anabela
Issue date2016
Abstract(s)Vários estudos têm mostrado que as dificuldades de produção de certos sons não nativos têm frequentemente uma matriz percetiva (Flege, 1995; Munro & Bohn, 2007). Um dos fatores por detrás deste enviesamento percetivo é a interferência do sistema fonológico da língua materna (L1) do aprendente (Strange, 2005). Este estudo estabeleceu como objetivo identificar os sons consonânticos da língua não nativa produzidos de modo desviante em posição inicial de palavra por falantes nativos de cantonês, aprendentes de português europeu (PE), e avaliar o grau de semelhança percetiva entre as línguas alvo (PE e cantonês) no sentido de averiguar a matriz percetiva dos desvios de produção detetados. Para avaliar o grau de semelhança interlinguística, 11 participantes macaenses (com nível elementar de proficiência em PE e idades entre os 16 e os 19 anos – média=17,09 anos) realizaram uma tarefa de assimilação percetiva (do inglês perceptual assimilation task, PAT – Cebrian, Mora & Aliaga-Garcia, 2010), que consistiu em ouvir 128 estímulos CV (C=consoante, V=vogal) de PE e identificar o segmento inicial do estímulo de acordo com as categorias fonológicas da L1, avaliando, ainda, a qualidade de representatividade categorial numa escala de Likert de 7 valores. Para avaliar a acurácia da produção segmental, foram gravadas produções dos falantes macaenses, através de uma tarefa de leitura de frases-veículo com as consoantes-alvo inseridas em contexto CVto (ex.: É o pato., É o bato.). Os 128 estímulos CVto assim obtidos foram, depois, avaliados por 30 falantes nativos de PE, que identificaram o som inicial e avaliaram-no, numa escala de Likert de 7 valores, quanto à qualidade de representatividade categorial do segmento selecionado. Interpretados à luz do PAM-L2, os resultados da PAT sugerem que, numa fase inicial da aprendizagem, os sons do PE /p/, /b/ , /t/, /d/, /k/, /g/, /ʃ/, /z/, /f/, /v/, /R/, /ʒ/ podem suscitar dificuldades percetivas e apontam para uma (relativa) facilidade na aprendizagem percetiva dos segmentos /m/, /n/, /l/ e /s/. No que respeita ao teste de produção, os dados revelam que os sons nasais /m/ e /n/ da L2 são sistematicamente produzidos de modo inteligível, os segmentos /ʃ/, /l/, /d/, /f/, /s/ e /g/ tendem a ser produzidos de forma inteligível e os sons /p/, /t/, /k/, /b/, /v/, /z/, /ʒ/, /R/ foram classificados como ininteligíveis. Concluiu-se que, à exceção de /d/ e /ʃ/ (para os quais a produção parece ser melhor do que a perceção), a informação disponibilizada por uma PAT pode ser utilizada, com alguma fiabilidade, na antecipação de problemas de produção, elucidando quanto à matriz percetiva desses desvios.
Several studies have shown that the difficulties in the production of certain non-native sounds often derive from inaccurate perception (Flege, 1995; Munro & Bohn, 2007). One of the factors behind such perceptual biases is the interference of the phonological system of the learner’s L1 (Strange, 1995). This study aimed at identifying the L2 consonantal segments inaccurately produced in word-initial position by native Cantonese speakers, learners of European Portuguese (EP), and assessing the degree of cross-language perceptual similarity to investigate whether the speech deviations identified have a perceptual nature. To analyze degree of cross-language similarity, a perceptual assimilation task (PAT, Cebrian, Mora & Aliaga-Garcia, 2010) was carried out by 11 Macanese participants (with an elementary proficiency level in EP and ages ranging from 16 to 19 years – mean=17,09 years), who heard 128 CV (C=consonant, V=vowel) stimuli of EP and identified the initial consonant sound according to L1 categories, rating the degree of goodness-of-fit on a 7-point Likert scale. To assess segment production accuracy, the Macanese participants were recorded reading carrier sentences including the target consonants embedded in CVto contexts (eg.: É o pato., É o bato.). The 128 stimuli CVto obtained were assessed by 30 EP native speakers, who identified the initial sound and rated degree of goodness-of-fit of the segment heard as an exemplar of the selected native sound, on a 7-point Likert scale. Interpreted within the framework of PAM-L2, the PAT results show that, at an early stage of learning, EP sounds /p/, /b/ , /t/, /d/, /k/, /g/, /ʃ/, /z/, /f/, /v/, /R/, /ʒ/ might pose perceptual difficulties and point to a (relative) ease in the perception of /m/, /n/, /l/ and /s/. Regarding the production test, the data reveal that EP nasal consonant sounds /m/ and /n/ are systematically produced in an intelligible way, the segments /ʃ/, /l/, /d/, /f/, /s/, and /g/ tend to be intelligible and the sounds /p/, /t/, /k/, /b/, /v/, /z/, /ʒ/, /R/ are classified as unintelligible. Overall, the results suggest that, except for /d/ and /ʃ/ (which seem to be more accurately produced than perceived), data provided by a PAT might reliably be used to anticipate oral production inaccuracies.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Português Língua Não Materna (PLNM): Português Língua Estrangeira (PLE) Português Língua Segunda (PL2)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/41626
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
ILCH - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_de_mestrado.pdf2,18 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID