Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/41231

TítuloIngestão de plásticos por aves marinhas na Costa Norte de Portugal
Outro(s) título(s)Plastic ingestion by seabirds in the North Coast of Portugal
Autor(es)Araújo, Cristiana Gomes
Orientador(es)Vingada, José V.
Monteiro, Silvia Raquel da Silva
Data25-Jan-2016
Resumo(s)Os plásticos são um problema no ambiente marinho e trazem consequências nefastas para o seu biota. Tendo em conta a necessidade de caracterizar o lixo marinho na União Europeia (MSFD 2008/56/EC), o presente estudo tem como principal objetivo caracterizar a presença de lixo marinho em várias espécies de aves marinhas com ocorrência na costa de Portugal Continental. As aves utilizadas neste estudo foram necropsiadas de acordo com protocolos padronizados e os seus estômagos recolhidos. Os respetivos conteúdos foram lavados e crivados e a triagem de lixo foi realizada utilizando lupas binoculares. O lixo encontrado foi separado em diferentes categorias e as suas dimensões e respetiva coloração foram anotadas. Neste trabalho foram encontrados 126 detritos nos conteúdos estomacais e 59 das 227 aves amostradas continham pelos menos um detrito no estômago. O maior número de itens encontrado foi categorizado como plástico, sendo todo ele do tipo de uso doméstico ou quotidiano. Os detritos encontrados possuíam variadas cores, tendo sido os detritos de cores claras os mais abundantes. Das espécies amostradas, Larus michahellis e Melanitta nigra foram as espécies com mais detritos ingeridos e a espécie Alca torda a espécie com um menor número (em média) de detritos. A probabilidade de ocorrência de detritos foi significativamente maior em Larus michahellis e em Morus bassanus comparativamente à espécie Alca torda. O comprimento médio (± DP) dos itens encontrados, independentemente das espécies, foi de 24.19 ± 91.08 milímetros. Com este trabalho, pode concluir-se que o plástico é o lixo mais frequente no ambiente marinho e que este pode ser confundido com as presas das aves marinhas, existindo uma maior predisposição para a ingestão de detritos por aves marinhas com alimentação na superfície da água e também para as associadas às artes pesqueiras.
Plastics are a problem in the marine environment and produce adverse consequences to marine biota. Taking into account the need to characterize marine litter in the European Union (MSFD 2008/56/EC), the present study aims to characterize the presence of marine litter in several seabird species occurring in the mainland Portuguese coast. The birds used in this study were necropsied according to standard protocols and their stomachs were collected. Their contents were washed and sieved and litter screening was performed using binocular microscopes. The debris found were separated into different categories and their respective dimensions and coloration were noted. In this work we found 126 debris in stomach contents and 59 out of the 227 sampled seabirds contained at least one debris in their stomach. The highest number of items found corresponded to plastics, all of which were identified as user plastics. Debris presented various colours, the most abundant being the light-coloured items. Of all sampled species, Larus michahellis and Melanitta nigra were those that presented the majority of ingested debris. On the other hand, Alca torda was the species with fewer ingested debris, on average. The likelihood of debris presence in seabird stomachs was significantly higher in Larus michahellis and Morus bassanus compared to Alca torda. The items average length (± SD), regardless of the species, was 24.19 ± 91.08 millimetres. We concluded that plastic is the most common litter in the marine environment and that it can be mistaken for prey by seabirds. Also, surface-feeding seabirds and those who tend to accompany fishing vessels show a greater predisposition to debris ingestion.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Ecologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/41231
AcessorestrictedAccess
Aparece nas coleções:DBio - Dissertações de Mestrado/Master Theses
BUM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Cristiana Gomes Araújo.pdf3,2 MBAdobe PDFVer/Abrir  Solicitar cópia ao autor!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis