Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/41230

TítuloPerceção das crianças do segundo ciclo do ensino básico em relação aos cetáceos
Outro(s) título(s)Perception of children of the second cycle of basic education in relation to cetaceans
Autor(es)Gonçalves, Ana Sofia Lima
Orientador(es)Vingada, José V.
Eira, Catarina Isabel Costa Simões
Data2016
Resumo(s)Portugal é obrigado a definir áreas de proteção para algumas espécies de cetáceos, nomeadamente as pertencentes ao anexo II da Diretiva Habitats. A definição de áreas de proteção é normalmente acompanhada de planos de gestão para as espécies-alvo, sendo que os planos de gestão devem incluir ações de consciencialização dos sectores da comunidade que poderão estar relacionados com as áreas a proteger. Um dos sectores da comunidade com grande importância são as camadas mais jovens, pela influência que poderão vir a ter no futuro e também no presente através das suas famílias, e assim é importante saber e entender o que estas pensam e sabem acerca do mundo que as rodeia. Este trabalho pretende avaliar se crianças que estão de algum modo mais relacionadas com o mar, como filhos de pescadores ou cujo rendimento familiar passe pelo mar e pescas, têm a mesma aceção de conhecimentos e sensibilidades sobre cetáceos comparando com crianças sem nenhuma ligação ao mar. Para tal, foram realizados inquéritos para compreender o que as crianças pensam sobre este assunto, acompanhadas de palestras e atividades sobre a ecologia e conservação de cetáceos. O estudo abrangeu o litoral português desde Caminha até Peniche e estiveram em análise 6 escolas da costa portuguesa. Do universo de inquéritos realizados (n=335), a maioria das crianças (70,75%) que responderam aos inquéritos tinham 10 anos de idade e o maior número de inquéritos corresponde à região adstrita ao Porto de Póvoa de Varzim (139 inquéritos, 41,5% do total da amostra). Todos os alunos identificaram corretamente a imagem apresentada no inquérito como a de um golfinho, e do total de inquéritos respondidos, 263 inquéritos referiam a associação de um sentimento positivo perante a observação da imagem de um golfinho. A ocorrência de um sentimento de alegria ou calma despertada pela imagem de um golfinho não mostrou diferenças significativas entre crianças de diferentes regiões ou crianças que possuem ou não familiares relacionados com a pesca. Apesar de os pais e outros familiares dependerem da pesca, não parece ocorrer a passagem de qualquer conotação negativa sobre cetáceos para as crianças do nível etário avaliado. Estes resultados demonstram, que a faixa etária selecionada poderá ser apropriada para o investimento em programas de educação ambiental para o meio marinho, incorporando o papel das emoções na aprendizagem. Os resultados do presente estudo mostraram que o local onde os alunos habitam nada interferiu com a sua forma de responder.
Portugal is obliged to define protected areas for some cetacean species, especially those belonging to Annex II of the Habitats Directive. The definition of protected areas is usually accompanied by management plans for the target species, and management plans should include awareness campaigns in those communities that are located in important marine areas. Children represent a part of the community with great importance particularly due to their potential influence on the future but also in the present through their families. It is therefore important to know and understand what they think and know about the world that surrounds them. This paper aims to assess whether children, whose families are somewhat connected to Fisheries, have the same concepts and sensitivities towards cetaceans than children who have no relation with the sea. Inquiries were thus performed and they were followed by lectures and activities on the ecology and conservation of cetaceans. The study covered the Portuguese coast from Caminha to Peniche, including 6 different schools. Considering the total number of inquiries (n=335), most participating children (70,75%) were 10 years old and the largest number of inquiries was obtained from the region related with the Póvoa de Varzim fishing harbour (139 inquiries, representing 41,5% of the total sample). All children identified correctly the image presented in the inquiry, and 263 inquiries reported an association with positive feelings when observing the dolphin’s drawing. The occurrence of “Joy” or “Calm” as a result of observing the dolphin’s image did not present significant differences among children from the several evaluated regions or among children whose families were or not related to fisheries. It seems that no negative concepts are conveyed to children in the evaluated age class, whether children’s families are related to fisheries or not and regardless of the evaluated region. These results emphasise that the selected age class is appropriate to apply marine environmental education programs, which should include consider the role of emotion in learning.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Ecologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/41230
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:DBio - Dissertações de Mestrado/Master Theses
BUM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
1.2TESE-Sofia-VFinal.pdf1,13 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis