Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/41191

TítuloRede ecológica para a deteção e estudo de aves marinhas arrojadas REDEMAR-AVES (costa norte portuguesa)
Autor(es)Fernandes, Ana Isabel Veloso
Orientador(es)Vingada, José V.
Eira, Catarina Isabel Costa Simões
Palavras-chaveAves marinhas
Monitorização costeira
Taxa de remoção
Arrojamento
Portugal
Seabirds
Beach surveys
Removal rate
Stranding
Data29-Jan-2016
Resumo(s)Devido à sua posição de topo na cadeia trófica e à sua resiliência mediante alterações ambientais, as aves marinhas são consideradas bons indicadores do estado dos ecossistemas marinhos. Assim, deteção sistematizada de aves marinhas arrojadas é uma das ferramentas que pode contribuir para a monitorização das zonas costeiras. Diversas situações podem levar ao arrojamento de uma ave marinha tal como, emaranhamento em material de pesca, ingestão de anzóis, intoxicação por biotoxinas, derrames de petróleo, emaciação, entre outros. O principal objetivo do presente estudo foi caracterizar os arrojamentos de aves marinhas num segmento da costa norte de Portugal, particularmente entre a Cortegaça e a Nazaré. Os transectos realizados permitiram monitorizar 154,83 km da zona costeira. Neste estudo foram utilizadas as monitorizações padrão, realizadas com periodicidade mensal em 10 praias ao longo da costa norte portuguesa, desde outubro 2014 a maio 2015. Foi ainda possível calcular a Taxa de Arrojamentos Estimada (TAE) de acordo com o tipo de áreas monitorizadas. Os grandes larídeos representam o maior número de arrojamentos registado, seguidos dos Gansos-patola, e a maior incidência de arrojamentos foi registada nos meses de outubro e novembro. Além disso, tendo em conta as classes de idade, foi ainda possível verificar que o número de aves juvenis arrojadas foi superior ao número de arrojamentos de indivíduos adultos. O valor total de aves/km nos 8 meses em que foram realizadas as campanhas de monitorização é de 189 aves por km. A estimativa do número de arrojamentos de aves marinhas para a totalidade de troço analisado (154,83 km) no período de estudo é de 29 289 aves arrojadas. Tendo em conta o número elevado de aves marinhas que arrojam na costa portuguesa será importante uma monitorização sazonal durante vários anos, para detetarmos alterações nos padrões de arrojamento de aves marinhas e relacioná-los com as causas de arrojamento mais importantes, quer sejam de origem antropogénica (atividade pesqueira, poluição) ou ambiental (alterações de temperatura média, correntes, etc.).
As marine top predators, and also due to their resilience in adverse environmental conditions, seabirds are considered good indicators of marine ecosystems. Therefore, a systematic survey of stranded seabirds may contribute to monitoring changes in coastal areas. There are several causes for seabird strandings such as entanglement in fishing gear, hook ingestion, biotoxin poisoning, oil spills, emaciation, among others. The main objective of the present study was to characterize seabird strandings in a section of the northern Portuguese coast, particularly between Cortegaça and Nazaré. In the present study, standard surveys were performed monthly covering 154,83 km, in 10 different beaches since October 2014 to May 2015. The Estimated Stranding Rate (ESR) was assessed according to the type of beach surveyed. Large gulls represented the bulk of all strandings, followed by Northern Gannets, and the highest stranding incidence occurred during October and November. According to seabird age class, there were more stranded juvenile individuals than adults. The total number of stranded seabirds per km within the study period (8 months) was 189 birds per km. The Estimated Stranding Rate (ESR) for the total surveyed coastal area (154,83 km) in the study period amounts to 29 289 stranded seabirds. Considering the high number of seabird strandings in the Portuguese coast, it will be important to implement a long-term seasonal monitoring scheme, to allow detecting variations or patterns in seabird stranding records. This data should be integrated with stranding causes, whether anthropogenic (fisheries, pollution, etc) or environmental (changes in average temperature, ocean currents, etc).
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Ecologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/41191
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:DBio - Dissertações de Mestrado/Master Theses
BUM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Ana Isabel Veloso Fernandes.pdf3,54 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis