Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/41088

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMoreira, Narcisopor
dc.contributor.authorAlves, Maria Palmirapor
dc.contributor.authorSilva, Ana Maria Costa epor
dc.contributor.editorSilva, Ana Maria Costa epor
dc.contributor.editorCarvalho, Maria de Lurdes Dias depor
dc.contributor.editorOliveira, Lia Raquelpor
dc.date.accessioned2016-04-12T13:52:13Z-
dc.date.available2016-04-12T13:52:13Z-
dc.date.issued2016-03-18-
dc.identifier.isbn978-989-8600-53-0 (ebook)por
dc.identifier.isbn978-989-8600- 54-7 (impresso)por
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1822/41088-
dc.description.abstractA educação para o empreendedorismo é cada vez mais referenciada nos documentos da União Europeia, constituindo um aspeto essencial para o desenvolvimento sustentável da sociedade contemporânea e deve ser entendida como uma atitude geral e transversal dos cidadãos, onde se poderá incluir a criação de novas empresas. O espírito empreendedor desenvolve-se num ambiente que encoraje formas ativas de aprendizagem e deve desenvolver-se ao longo da vida numa lógica de transversalidade. Alguns estudos publicados pelo governo português destacam a iniciativa e o empreendedorismo como uma das competências-chave para Portugal até 2020. Neste sentido, desenvolveu-se uma formação em Educação para o Empreendedorismo, numa Instituição de Ensino Superior pública, com 10 estudantes que frequentavam uma Unidade Curricular (UC) integrada no plano curricular da Licenciatura em Educação, no 3º ano. Um dos objetivos da UC é o de aprofundar abordagens multifacetadas de que se podem revestir as dinâmicas da mediação social e educativa, pelo que a formação mobilizava as competências adquiridas, a aproximação a novas oportunidades e o desenvolvimento de competências empreendedoras. Esta formação teve a duração de 34 horas (19 horas presenciais e 15 horas de trabalho autónomo) e foi realizada por um investigador experiente, que obteve autorização do diretor de departamento e do diretor de curso. As estudantes, em grupo, construíram e apresentaram quatro projetos potencialmente inovadores que, tomando como base os princípios da formação, incidiram na intervenção em mediação. Algum tempo após a formação, foram realizadas entrevistas estruturadas às estudantes para compreender o contributo da formação. Os dados foram analisados com recurso à análise de conteúdo. Os resultados indiciam uma consciencialização da relevância que estas competências podem assumir no futuro profissional das estudantes.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade do Minho. Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS)por
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectEducaçãopor
dc.subjectEmpreendedorismopor
dc.subjectMediaçãopor
dc.subjectInovaçãopor
dc.titleA educação para o empreendedorismo em mediação: um estudo com estudantes universitáriospor
dc.typebookPartpor
dc.relation.publisherversionhttp://www.lasics.uminho.pt/ojs/index.php/cecs_ebooks/article/view/2324/2240por
oaire.citationStartPage69por
oaire.citationEndPage78por
oaire.citationTitleSustentabilidade da mediação social: processos e práticaspor
dc.subject.fosCiências Sociais::Ciências da Comunicaçãopor
dc.subject.fosCiências Sociais::Ciências da Educaçãopor
sdum.bookTitleSustentabilidade da mediação social: processos e práticaspor
Appears in Collections:CECS - Livros e capítulo de livros / Books and book chapters

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NM_MPA_AMCS_2016_sustentabilidade_mediacao-cap.pdf81,34 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID