Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/40950

TitleInfância, escola e diversidade cultural: vozes plurais na caraterização de uma realidade plural
Author(s)Levy, Telma de Barros
Advisor(s)Fernandes, Natália
KeywordsCrianças
Sociologia da infância
Diversidade cultural
Minorias étnicas
Educação
Escola
Children
Sociology of childhood
Cultural diversity
Ethnic minority
Education
School
Issue date2015
Abstract(s)O presente trabalho resulta de uma investigação levada a cabo num contexto escolar em Braga, com o objetivo principal de percebermos quais os significados e a importância que a escola representa para as crianças pertencentes a grupos sociais minoritários. Procuramos compreender com estas crianças as relações que desenvolvem na escola com os professores e com crianças portuguesas e de outras culturas, perceber as suas representações sociais relativamente a crianças de outras culturas dentro da escola e o modo como desenvolvem relações sociais com outras crianças e adultos. Foram, também, envolvidas outras crianças pertencentes ao grupo social dominante bem como os professores, profissionais que lidam diretamente com crianças e que nos ajudam a perceber as práticas desenvolvidas na escola com estas crianças. Esta investigação foi sustentada a partir do referencial teórico da Sociologia da Infância, valorizando-se a criança como ator social, com uma voz e uma ação relevante a qual foi mobilizada para o desenvolvimento da parte empírica. A investigação empírica, inserida no paradigma qualitativo, mobilizou como método a etnografia e como técnicas de recolha de dados a observação e a entrevista, organizando-se este processo em dois blocos: o primeiro bloco contemplou sessões de observação nas salas de aula das crianças pertencentes a grupos sociais minoritários selecionadas para o estudo, e no período do recreio, sendo o foco destas observações, as relações sociais estabelecidas na escola e o processo de ensino-aprendizagem; o segundo bloco englobou entrevistas semi-estruturadas a quarenta crianças (vinte crianças portuguesas e vinte crianças de grupos sociais minoritários) e dez professores. Através da realização deste trabalho de investigação foi-nos possível apurar a relação de proximidade existente entre crianças pertencentes a grupos minoritários e a escola, bem como a relação positiva desenvolvida com os professores no processo de ensino/aprendizagem e, também, com outras crianças pertencentes a outras origens e culturas. Similarmente, foi-nos possível constatar, nomeadamente através das perspetivas dos professores, a necessidade premente do envolvimento e empenho das famílias na vida escolar das crianças, como fator potenciador de maior inclusão e sucesso educativo das mesmas.
The present study is the result of an investigation that was performed in the context of a school in the city of Braga, with the main goal of understanding which are the meanings and the importance that the school represents to the children that belong to minority ethnic social groups. We focused to understand with these children the relationship that they develop in school with the teachers and with Portuguese children and also with other children from other cultures and adults. Other children that belong to the dominant social group were also involved as were teachers, professionals who deal directly with children and that help us understand the techniques developed in school with these children. This investigation was supported by the theoretical reference of the Sociology of Childhood, valuing the child as a social actor, with a voice and relevant action that was mobilized for the development of the empirical part. The empirical research, put in from qualitative paradigm, used ethnography as the method and the observation and the interview as the main tools of data collection. The research process was organized in two parts: the first part consisted in observation sessions in the classrooms of the children selected for the study that belong to minority social groups, during break time. The goal of these observations intends to characterize the social relationship developed in school and the teaching-learning process; the second part developed semi-structured interviews with forty children (twenty Portuguese children and twenty children from the social minority groups) and ten teachers. Through this research work it was possible to verify the closeness relationship that children whom belong to social minority groups have with the school, as well as the positive relationship they, generally, developed with the other children belonging to other nationalities and cultures. Similarly, it was also possible to explore, namely, through the teacher’s perspectives, the pressing necessity of the families’ involvement in the school life of the children, as an enhancer factor of bigger inclusion and educative success of the children.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Sociologia da Infância
URIhttp://hdl.handle.net/1822/40950
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Telma de Barros Levy.pdf
  Restricted access
3,78 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID