Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/40425

TitleO ajustamento psicossocial de jovens com consumos de substâncias psicoativas em escolas profissionais do grande Porto
Other titlesThe psychosocial adjustment of young people with psychoactive substances consumption in vocational schools in the metropolitan area of Porto
Author(s)Costa, Edijane da Silva
Advisor(s)Almeida, Ana Maria Tomás de
KeywordsAjustamento psicossocial
Fatores de risco e proteção
Comportamento
Contexto
Young people
Psychosocial adjustment
Risk and protective factors
Behavior
Context
Issue date13-Nov-2015
Abstract(s)O presente estudo tem por objeto os jovens cuja trajetória de risco marca o seu desenvolvimento psicossocial e os relacionamentos com os seus referentes sociais mais próximos e significativos, como a família, os amigos, o grupo de pares, os colegas da escola e os professores. Tendo por base conceptual dois dos modelos mais representativos do contextualismo evolutivo (Bronfenbrenner, 1979; Sameroff, 1983), este estudo teve como propósito basilar a compreensão em torno dos principais elementos condicionantes de risco e proteção dos jovens e a influência destes no seu ajustamento psicossocial. Principalmente, pretendeu-se com este estudo compreender a relação entre risco e proteção com base na análise dos indicadores associados ao nível socioeconómico, percurso escolar, consumo de substâncias lícitas e ilícitas e envolvimento com pares desviantes, bem como da sua associação e interdependência com a perceção de autoeficácia geral, autoconceito, autocontrolo, estilos de vinculação e satisfação com o suporte social, com os pares e com a escola. A amostra foi composta por 811 jovens, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 14 e os 26 anos (M= 18,75; DP= 1, 928) que frequentavam as Escolas Profissionais na área do Grande Porto. Para a recolha dos dados e posterior análise dos indicadores de ajustamento psicossocial, procedeu-se à construção de um inquérito que teve por base itens adaptados de instrumentos utilizados em estudos validados e adaptados à população portuguesa. Num primeiro momento realizou-se uma análise geral dos resultados dos indicadores e medidas do estudo. Posteriormente procedeu-se a uma análise comparativa em três grupos de jovens com experiências diferentes de exposição ao consumo: G1 (jovens com consumos de drogas), G2 (jovens que cessaram os consumos) e G3 (jovens sem histórico de consumos de drogas ilícitas). Sumariamente, os resultados obtidos neste estudo indicaram dados relevantes no que concerne à influência dos fatores de proteção e risco pessoais e contextuais, além de agregar valor à compreensão da determinação e interação de alguns destes fatores analisados ao ajustamento dos jovens inquiridos. Sobre este ângulo, na globalidade, os resultados alcançados convergem com os resultados de diversas investigações genéricas que pretendem analisar a influência dos fatores de risco e proteção sobre o desenvolvimento dos jovens.
This study's purpose has as it object young people whose risk trajectory mark their psychosocial development and relationships with its immediate and significant social referents, such as family, friends, peer group, the classmates and teachers. Having conceptual basis for two of the most representative models of evolutionary contextualism (Bronfenbrenner, 1979; Sameroff, 1983), this study had as basic purpose the understanding around the main elements of risk conditions and protection of young people and their influence on their psychosocial adjustment. Mainly, it was intended with this study to understand the relationship between risk and protection based on the analysis of the indicators associated with socioeconomic status, educational background, consumption of licit and illicit substances and involvement with deviant peers, as well as their association and interdependence with perception of general self-efficacy, self-concept, self-control, attachment styles and satisfaction with social support, with peers and with the school. The sample consisted of 811 adolescents of both sexes, aged between 14 and 26 years old (M= 18.75, SD= 1, 928) who attended Vocational Schools in the area of Grand Porto. For data collection and subsequent analysis of the psychosocial adjustment indicators, it was proceeded towards the construction of a survey that was based on items adapted from instruments used in studies validated and adapted to the Portuguese population. At first, it was made a general analysis of the results of the indicators and measurements of the study. After that we proceeded to a comparative analysis among three groups with different exposure to the consumption: G1 (young people with drug consumption), G2 (young people who ceased consumption) and G3 (young people with no history of illicit drug consumption). In summary, the results of this study had indicated relevant data regarding the influence of protective factors and personal and contextual risk, besides adding value to the understanding of the determination and interaction of some of these factors analyzed the adjustment of young people surveyed. From this perspective, on the whole, the results achieved converge with the results of several generic investigations they aim at analyzing the influence of risk and protective factors on the development of young people.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de Doutoramento em Estudos da Criança (Área de Especialidade Psicologia do Desenvolvimento e Educação)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/40425
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
CIEd - Teses de Doutoramento em Educação / PhD Theses in Education

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TD_EdijaneCosta.pdf2,8 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID