Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/40396

TitleBrincar de Internet: a vivência lúdica infantil em ambiente virtual
Other titlesPlaying Internet: children playful experience in a virtual environment
Author(s)Velázquez, Alessandra Alcântara
Advisor(s)Osório, António José
KeywordsInfância
Brincadeiras
Jogos
Internet
Vivência lúdica
Childhood
Play
Games
Playful experience
Issue date13-Feb-2014
Abstract(s)A internet tem feito parte dos cotidianos infantis, inserindo as crianças no ambiente virtual e inscrevendo-as como sujeitos de uma sociedade cifrada no uso das tecnologias de comunicação e informação. Porém neste processo as crianças vão construindo representações próprias, expressas em suas formas específicas de simbolizar o mundo, construir saberes, estabelecer vínculos sociais e produzir novas práticas culturais. Dentre as práticas produzidas pelas crianças, as brincadeiras e jogos infantis ocupam lugar de destaque por sua importância na inserção cultural da criança, para o processo de desenvolvimento infantil e como campo de aprendizagem. Para a infância contemporânea as possibilidades lúdicas vêm sendo ampliadas pela possibilidade de interação e diversão oferecida pela internet. Pular, correr, saltar, acessar, clicar. Estes têm sido componentes presentes nas brincadeiras das crianças, que demonstram que tal como a infância, as atividades lúdicas infantis se constroem histórica e socialmente. Neste contexto, buscamos compreender o espaço e a função da internet nas práticas lúdicas infantis, mas a partir do ponto de vista da própria criança; pois a criança como sujeito ativo constrói sua cultura lúdica interpretando e dando sentido aos seus elementos. Esta investigação inscreve-se, portanto no paradigma da pesquisa qualitativa e faz uso da observação participante e das entrevistas como principais métodos de coleta de dados, fazendo opção ainda, como fonte complementar, pelos grupos de discussão. Participaram da pesquisa 12 crianças, de ambos os sexos e classes sociais distintas, de idades entre sete e doze anos, que faziam uso da internet para fins de diversão. As observações foram realizadas no período de 2011 a 2013, em ambiente doméstico, uma vez que buscávamos identificar as práticas lúdicas infantis realizadas espontaneamente pelas crianças, sem a orientação direta do adulto responsável. A análise dos dados coletados pode indicar os diversos fatores presentes nos contextos lúdicos infantis que podem repercutir na escolha de suas brincadeiras e jogos, como a presença ou ausência de seus pares, o tempo disponível e o espaço da brincadeira; além de nos mostrar as várias possibilidades de representações que a internet assume nos discursos infantis, quando usada em suas atividades lúdicas. Os resultados deste percurso investigativo apontam que a internet faz parte do cotidiano infantil, de suas brincadeiras e atividades lúdicas, porém a maneira como a criança se apropria deste instrumento se relaciona aos modos de ser e brincar que ela estabelece em seu contexto concreto específico.
The internet has been part of children's everyday, placing them in a virtual environment and recording them as subjects of a encrypted society in the use of communication and information technologies. In this process however children build their own representations, expressed in their specific forms of symbolizing the world, build knowledge, establish social bonds and produce new cultural practices. Among the practices produced by the children, their jokes and games occupy a prominent place because of its importance in the cultural insertion of the child, to the process of child development and as a learning field. For contemporary childhood recreational opportunities are being expanded by the possibility of interaction and fun offered by the internet. Jumping, running, leaping, to access, to click. These components have been present in the children´s game, showing that as well as in the childhood, children's play activities are built historically and socially. In this context, we seek to understand the space and function of the Internet on children's playful practices, but from the child´s point of view; since the child as an active subject constructs his/her play culture interpreting and giving meaning to its elements. This investigation falls so in the paradigm of qualitative research and makes use of participant observation and interviews as the main methods of data collection, making an option yet, as an additional source, of discussion groups. Twelve children of both sexes and different social classes, aged between seven and twelve, who were using the internet for entertainment purposes participated from this research. The observations were made in the period of 2011-2013, in a domestic environment, as we wanted to identify children playful practices performed spontaneously by children without direct guidance of a responsible adult. The analysis of the collected data could indicate different factors present in children's playful contexts that may impact on their choice of fun and games, such as the presence or absence of their peers, the available time and the space of the game; besides showing us the various possibilities of representations that the internet takes in the speech when used in their playful activities. The results of this researching points that the internet is part of children everyday life, of their play and recreational activities, but the way the child appropriates this instrument relates to ways of being and playing that he/she establishes in their concrete specific context.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de Doutoramento em Ciências da Educação (Especialidade em Tecnologia Educativa)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/40396
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
CIEC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alessandra Alcântara Velázquez.pdf3,51 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID