Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/39434

TítuloIndicadores de durabilidade de concreto auto-adensável em ambiente quente e agressivo. Comparativo com concreto convencional
Autor(es)Calado, Carlos
Camões, Aires
Monteiro, Eliana
Helene, Paulo
Barkokébas, Béda
Palavras-chaveConcreto auto-adensável (CAA)
Concreto convencional vibrado (CC)
Durabilidade
DataJul-2015
CitaçãoCalado C., Camões A., Monteiro E., Helene P., Barkokébas Jr B. Indicadores de Durabilidade de Concreto Auto-adensável em Ambiente Quente e Agressivo. Comparativo com Concreto Convencional, BAC2015, IV Congresso Ibero americano sobre Betão Autocompactável, pp. 309-318, 2015
Resumo(s)O concreto auto-adensável (CAA) necessita de ser mais estudado no que concerne à durabilidade em ambientes mais agressivos e de maior temperatura, comparativamente ao concreto convencional vibrado (CC). O presente trabalho objetiva apresentar os resultados de indicadores de durabilidade de CAA e CC de igual relação água/ligante e mesmos constituintes. A metodologia aplicou ensaios de resistência mecânica, resistividade elétrica, difusão de íons cloreto e carbonatação acelerada, dentre outros, bem como estudo de micro estrutura com ensaios de microscopia eletrônica de varredura e micro tomografia. Os ensaios se desenvolveram em laboratório de pesquisa e na obra da Arena Pernambuco. O CAA apresentou resistência à compressão 7,4% maior que o CC aos 28 dias; resistividade elétrica média 11,4% superior; difusão de íons cloreto com média de 63,3% do CC; frente de carbonatação com média de 45,8% do CC; porosidade com média de 55,6% do CC. Pelos resultados, ficou demonstrado que o CAA pode ser mais durável que o CC, contribuindo para elucidar os aspectos relacionados à sua durabilidade e consequente vida útil.
TipoconferencePaper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/39434
Arbitragem científicayes
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:C-TAC - Comunicações a Conferências Nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2176-L034_032_Artigo_FINAL.pdf287,58 kBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis