Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/39003

TítuloA confraria do comentário do futebol na TV: evolução dos programas televisivos feitos com adeptos dos maiores clubes portugueses
Autor(es)Lopes, Felisbela
Loureiro, Luís Miguel Nunes da Silva
Vieira, Phillipe Carlos Mota
Palavras-chaveInformação televisiva
Convidados
Futebol
Espaço público
TV news
TV guests
Football
Supporters
Public sphere
Adeptos
Data2011
EditoraOBERCOM
RevistaObservatorio (OBS*) Journal
CitaçãoLopes, F., Loureiro, L. M., & Vieira, P. (2011). A confraria do comentário do futebol na TV: evolução dos programas televisivos feitos com adeptos dos maiores clubes portugueses. Observatorio (OBS*), 5(4)
Resumo(s)Em Portugal, os programas de televisão feitos com adeptos notáveis de três grandes clubes de futebol correspondem a um formato com menos de uma década e meia de existência: apareceram primeiro na RTP2 e, logo a seguir, na SIC. Os canais generalistas rapidamente os adoptaram como conteúdos privilegiados para atrair audiência. Hoje constituem âncoras das grelhas dos três canais temáticos de informação, rivalizando entre si nos comentadores permanentes que conseguem fixar em estúdio. Apresentados por jornalistas, estes programas criam momentos de grande polémica e, com isso, marcam, de certa forma, a agenda do campo do futebol. Neste artigo, explicamos a génese destes formatos, traçamos o seu percurso na TV portuguesa e, através de entrevistas aos seus responsáveis editoriais, analisamos a estratégia que seguem na construção do alinhamento, discutimos a distância que mantêm dos clubes que comentam e perspectivamos formas de evolução deste tipo de conteúdos televisivos. Uma linha sobressai neste trabalho: quem participa nestes programas é uma elite de comentadores que se apresentam como adeptos do Futebol Clube do Porto, do Sporting e do Benfica, mas que mais não são do que uma confraria do comentário do futebol que semanalmente contribui para a construção de um espaço público cada vez mais rarefeito em torno daquilo que se discute no futebol.
In Portugal, the television programs made with notable supporters of the three major football clubs correspond to a format with less than a decade and a half of existence: first appeared in RTP2 and, soon afterwards, in SIC. The general channels quickly adopted them as privileged content to attract viewers. Today, these formats are anchors of the grids of the three channels of information, who compete with each other in order to hire the most relevant permanent commentators in studio . Presented by journalists, these programs create moments of great controversy and, thus, mark, somehow, the agenda of the football field. In this article, we explain the genesis of these formats, we draw their route on Portuguese TV, and through interviews with those responsible for editorials, we review the strategy followed in the construction of the alignments, we discuss the independence regarding the clubs and forms of evolution this type of television content. One line stands out in this work: who participates in these programs is an elite group of commentators who present themselves as supporters of FC Porto, Sporting and Benfica, but they are in fact a brotherhood of football commentary that contribute on a weekly basis to build a public space increasingly rarer around what is being discussed in football.
Tipoarticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/39003
ISSN1646-5954
Versão da editorahttp://obs.obercom.pt/index.php/obs/article/viewArticle/523
Arbitragem científicayes
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:CECS - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
FL_confraria_comentario.pdf360,15 kBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis