Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/38984

TítuloAquisição de verbos da língua portuguesa, no primeiro ciclo de escolaridade, por crianças bilingues luso-alemãs e crianças monolingues alemãs
Outro(s) título(s)The acquisition of portuguese verbs by portuguese-german bilingual and monolingual german children in the primary school
Autor(es)Freitas, Maria João da Costa
Orientador(es)Flores, Cristina
Palavras-chaveBilinguismo
Português língua de herança
Português língua estrangeira
Exposição linguística
Classe verbal
Bilingualism
Portuguese as a heritage language
Portuguese as a foreign language
Language input
Portuguese verbal class
Data30-Jul-2015
Resumo(s)Com este estudo pretende-se analisar o processo de aprendizagem do verbo em português por crianças bilingues lusodescendentes e crianças que adquirem o português como língua estrangeira, durante a frequência dos terceiro e quarto anos de escolaridade, a frequentar o projeto bilingue de português-alemão, da Rudolf-Roß-Grundschule, de Hamburgo, Alemanha. Os trinta e nove alunos da amostra foram divididos em três grupos, com base em critérios pré-definidos, sendo o principal o grau de input ao português no seu quotidiano. Ao grupo 1 (G1) pertencem os alunos com exposição regular à língua, o grupo 2 (G2) tem um input mais irregular e esporádico à língua portuguesa e o grupo 3 (G3) é constituído por crianças cuja exposição significativa à língua ocorre exclusivamente em contexto escolar. Para o G3, a língua portuguesa é adquirida como língua estrangeira (PLE). O G1 e o G2 cresceram com exposição a duas línguas: o alemão, a língua dominante do meio envolvente, e o português, a língua de herança (LH). Os objetivos primordiais deste estudo prendem-se com a verificação da existência de diferenças entre os três grupos e a determinação da importância da exposição à língua na infância, no que concerne à aquisição/aprendizagem de propriedades centrais da flexão verbal. Procura-se ainda averiguar se a frequência no projeto bilingue impulsiona o desenvolvimento das competências linguísticas de todos os alunos e, caso este se verifique, em que aspetos ocorre. Os dados obtidos permitem afirmar que, quão maior e mais frequente é a exposição à língua de herança, mais rápido é o desenvolvimento do processo de aquisição de competências e estruturas linguísticas ao nível da classe verbal. Porém, a proximidade dos resultados obtidos pelo G2 e pelo G1 leva a concluir que o “tempo de exposição acumulado” à língua do G2 ao longo da infância é suficiente para desencadear um processo de aquisição do verbo semelhante ao do G1. Os alunos do G3 revelam uma evolução significativa de competências linguísticas. Em conclusão, há um desenvolvimento positivo da competência linguística dos falantes de herança e de PLE, indício de que a frequência no projeto bilingue revela ser uma mais-valia para todos.
This study is based on the analysis of the linguistic competence of bilingual Portuguese-German speaking children and children learning European Portuguese as a foreign language, regarding their knowledge of Portuguese verbs. The children are attending the third and fourth school grades in the Portuguese-German bilingual project, at the primary school Rudolf-Roβ, in Hamburg, Germany. The research group composed of thirty nine children was divided into three subgroups according to pre-established criteria, the main criteria being the amount of exposure to Portuguese in their everyday lives. Group 1 (G1) consists of children with regular input of Portuguese, followed by Group 2 (G2), whose pupils have sporadic contact with the Portuguese language and Group 3 (G3) composed of pupils whose contact with the Portuguese language is limited to the Portuguese-German bilingual class. The participants from G3 learn Portuguese as a foreign language, whereas the children from G1 and G2 grew up in contact with two languages, German, being the dominant language of their environment, and Portuguese, their heritage language. The key goals of this study are to determine the importance of language input during the childhood and if there are significant differences between the results of each group. Furthermore it intends to determine if attending the Portuguese-German bilingual project leads to an improvement of the verb knowledge and performance in Portuguese and if it does so, in which aspects it occurs. The results illustrate that a more intensive and regular language input will result in a faster development of verb acquisition skills. However, the similarity in results of G2 to G1 show that G2s “cumulative length of exposure” over time, appears to be sufficient to allow a similar verb acquisition process in both groups. The pupils from G3 exhibit a high development in their verb acquisition skills. Concluding, all groups reveal a positive development at the end of this study, which shows that attending the Portuguese-German bilingual project contributes to an increase of the language input and is valuable to all children.
TipodoctoralThesis
DescriçãoTese de Doutoramento em Ciências da Linguagem (área de especialização em Linguística Aplicada).
URIhttp://hdl.handle.net/1822/38984
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:ILCH - Teses de doutoramento
CEH - CL - Teses de Doutoramento
BUM - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Maria João da Costa Freitas.pdf18,07 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis