Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/37893

TitleAmbientes online na profissionalização de professores em Cabo Verde: um projeto de investigação ação
Other titlesOnline environments in the professionalization of secondary education teachers in Cape Verde: an action research project
Author(s)Mendonça, Adriana
Advisor(s)Gomes, Maria João
KeywordsMoodle
Estagiário
b- curso SuperVisão de estágio
Uni-CV
Prática pedagógica
Profissionalização de professores
Intern
b-course
Internship SuperVision
Pedagogical practice
Teacher professionalization
Issue date16-Dec-2014
Abstract(s)A introdução de ambientes online nas práticas docentes no ensino superior, tem-se afigurado numa necessidade um pouco por todo o mundo. Nesta investigação apresenta-se uma dessas iniciativas desenvolvidas na universidade de Cabo Verde (Uni-CV), no Departamento de Ciências Sociais e Humanas (DCSH). A Uni-CV conta com oito anos de existência, encontrando-se ainda na caminhada para a inclusão digital, a par do que ocorre no arquipélago cabo-verdiano. Mesmo com limitações, luta-se para alcançar os desafios da infoinclusão, nomeadamente através de programas como o Mundu Novu. É com esta preocupação que se trabalhou com estudantes finalistas em Ciências da Educação – Percurso de Desenvolvimento Pessoal e Social - futuros docentes da disciplina, do ensino secundário, de Formação Pessoal e Social/Educação para os Direitos Humanos e Cidadania. Isto para vivenciarem na sua formação inicial uma experiência inovadora, no período de estágio pedagógico, que enriquecesse a sua vivência e contribuísse para ampliar a sua visão sobre o potencial pedagógico dos ambientes online. Assim, a preocupação central da investigação foi perceber que desafios coloca a integração dos ambientes online nos processos de profissionalização dos docentes do Ensino Secundário em Cabo Verde, bem como compreender o espaço dos ambientes online nesse processo. Para tal, propôs-se compreender como é que as orientações legais e representações dos sujeitos estão a ser compreendidas pela Uni-CV, procurando-se simultaneamente contribuir com a organização de conteúdos formativos destinados aos estagiários e seus orientadores, de forma a contribuir para o aprofundamento das suas competências e simultaneamente criar um referencial indicativo de áreas prioritárias de formação em contexto de profissionalização para os professores de ensino secundário em Cabo Verde. Neste sentido levou-se a cabo um projeto de investigação ação, de natureza descritiva, com caráter eminentemente qualitativo, no âmbito do qual se concebeu e se implementou o b-curso: SuperVisão de estágio. Para a realização, com sucesso, desta investigação, foi necessário recorrer a diversas técnicas de recolha de dados em distintos momentos do processo, designadamente questionários, entrevistas (semi estruturadas e informais na modalidade individual e em focus group), observações participante e não participante, conversas e observações informais. Procedeu-se à análise estatística e de conteúdo com recurso ao Nvivo10 e ao Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) garantindo uma triangulação destes que permitiu inferir da vontade dos parte dos participantes em ganharem destrezas no uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e na exploração dos ambientes online, revelando-se altamente motivados para a formação nos domínios, por eles, identificados como prioritários, a saber: TIC e ambientes online, planificação em educação, designadamente formulação de objetivos e competências em educação, estratégias e recursos pedagógicas. Tais domínios são percecionados como meio de desenvolvimento das competências científicas, técnicas e transversais no seu processo de profissionalização. Foi possível aferir, a partir dos resultados de investigação, que houve um considerável aumento do acesso à Internet pelos participantes. A par disso, também se verificou que a Uni-CV não dispõe, ainda, de condições técnicas e tecnológicas ideais para o desenvolvimento deste tipo de ações, com recurso a ambientes online. Porém, o recurso à Moodle no estágio pedagógico garantiu mais autonomia e flexibilidade ao estagiário, bem como ajudou-o na partilha quer de informações, quer de ansiedades, pelo que destacaram como atividades preferenciais, fóruns, o acesso a informações em diversos formatos, livro interativo e glossários. Como principais ganhos identificou-se o maior acesso a conteúdos específicos para trabalho na disciplina dinamizada pelos estagiários, bem como o feedback imediato facultado pela docente/investigadora e alguns colegas de estágio. As principais limitações relacionam-se com a duração do estágio (apenas quatro meses), o que limitou, nas atividades online, o envolvimento dos estagiários e seus orientadores, impossibilitando inclusivamente a participação destes últimos, bem como a evolução reflexiva na prática pedagógica. A estas dificuldades acresce a dificuldade de resposta da Uni-CV em facultar as condições ideais para que este b-curso decorresse com menos pressão. Apesar das dificuldades vivenciadas, entende-se que esta experiência contribuiu para que estes estagiários saíssem muito mais enriquecidos da sua formação académica inicial, pois, ainda que por pouco tempo, tiveram a possibilidade de “mergulharem no mundo digital”, de uma forma em que não o poderiam fazer sem que esta experiência ocorresse. Estes futuros professores interiorizam a necessidade de integração das TIC e dos ambientes online nas suas rotinas diárias e a necessária aprendizagem destas nas suas aprendizagens profissionais na perspetiva de formação ao longo da vida. Foi possível comprovar que, não obstante as dificuldades, é possível realizar uma prática pedagógica mediada por ambientes online na Uni-CV, desde que profissionais e gestores estejam cientes do seu potencial e procurem desenvolver as condições ideais para a sua exploração e desenvolvimento na Instituição, procurando envolver todas as forças ativas de modo a reunir sinergias e contribuir para o seu sucesso. A infoinclusão assumiria, aqui, um papel relevante na prossecução dos objetivos dos participantes neste processo da prática pedagógica, tornando-o ainda mais desafiador, para uns e para outros no âmbito das políticas e práticas da profissionalização docente em Cabo Verde.
The use of online environments in higher education teaching practices is being recognized as necessary all over the world. In this research we present one such initiative, developed in the Department of Social and Human Sciences (DSHS) of the Cape Verde University (Uni-CV). The Uni-CV has eight years of existence, and is still moving toward digital inclusion, as is the case of the Cape Verdean archipelago as a whole. Even facing limitations, infoinclusion is sought after, namely through projects such as the Mundu Novu. This was the concern behind the work with senior students of Educational Sciences – Personal and Social Development Pathway – future teachers of the Secondary Education subject Personal and Social Education/Human Rights and Citizenship Education. They were intended to experience, as part of their initial training and during their pedagogical internship, an innovative experience which would enrich their experience and contribute to broaden their views on the pedagogical potential of online environments. Thus the research’s main concern was to understand what challenges face the integration of online environments in the processes of secondary education teachers’ professionalization in Cape Verde, as well as understanding the place of online environments in that process. In order to do that, we aimed to understand how the legal guidelines and subjects’ representations are being understood by the Uni-CV, and at the same time trying to contribute to the organization of educational contents directed at the interns and their supervisors, in order to contribute to the deepening of their competences and simultaneously create a referential indicating high priority areas of training for secondary education teachers in Cape Verde. An action research project was carried out, with a descriptive nature and an eminently qualitative character, within which the b-course «Internship SuperVision» was designed and implemented. In order to successfully undertake this research, diverse data gathering techniques were used in different moments of the process, namely questionnaires, interviews (both semistructured and informal, individual and focus group), participant and non-participant observation , informal conversation and observation. The treatment and analysis of data was done using NVivo10 and Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), ensuring data triangulation and allowing inferences about participants will to acquire skills for the use of Information and Communication Technologies (ICT) and for the exploration of online environments. Participants were highly motivated to receive training in the areas they perceived as high priority, such as: ICT and online environments, educational planning – including formulating objectives and competencies in education, pedagogical strategies and resources. Such domains are perceived as a means to develop scientific, technical and transversal competencies in their process of professionalization. It was possible to note, from the research results, a considerable increase in participants’ access to the Internet. At the same time, it was concluded that the Uni-CV still doesn’t have ideal technical and technological conditions for the development of initiatives based on online environments. However, the access to Moodle during the pedagogical internship contributed to greater autonomy and flexibility of the interns, also assisting them in sharing information and personal anxieties. Preferential activities included fora, access to information in different formats, interactive book and glossaries. Greater access to specific contents related to the subject taught by the interns, as well as the immediate feedback from the supervisor and other interns were identified as main advantages. On the other hand, the internship’s length (only four months) was the biggest limitation, restraining the online involvement of interns and supervisors, and even rendering the participation of the latter and reflexive growth in pedagogical practice, impossible. These difficulties are increased by Uni-CV’s inability to provide ideal conditions for the b-course’s development. Despite the problems that were experienced, the experience is understood to have contributed to the enrichment of the interns’ initial training, as although briefly, they were able to «dive into the digital world» in a way they would not be able to without it. These future teachers have internalized the need to integrate ICT and online environments in their daily routines and their lifelong learning needs in professional terms. It was possible to verify that despite the obstacles faced, it is possible to develop an online environment mediated teaching practice in the Uni-CV, as long as professionals and managers are aware of its potential and try to ensure the necessary conditions for its development and exploration in the institution, involving different stakeholders and gathering synergies to contribute to its success. Infoinclusion would then assume a relevant role in the prosecution of the participants’ objectives for their pedagogical practice, further challenging the policies and practices of teacher professionalization in Cape Verde.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de doutoramento em Ciências da Educação (área de especialização em Tecnologia Educativa).
URIhttp://hdl.handle.net/1822/37893
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
CIEd - Teses de Doutoramento em Educação / PhD Theses in Education

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adriana Mendonça.pdf8,28 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID