Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/37711

TitleO não-formal e o informal em educação: centralidades e periferias : atas do I Colóquio Internacional de Ciências Sociais da Educação, III Encontro de Sociologia da Educação
Editor(s)Palhares, José Augusto
Afonso, Almerindo Janela
Issue date2013
PublisherUniversidade do Minho. Centro de Investigação em Educação (CIEd)
Abstract(s)[Excerto Introdução] A realização do I Colóquio Internacional de Ciências Sociais da Educação, em articulação com o III Encontro de Sociologia da Educação, coincidiu com um dos períodos mais dilemáticos e contraditórios dos últimos anos no campo educativo português. Se, por um lado, o país assistiu a um ataque sem precedentes ao projeto democrático da escola pública, pondo em causa progressos significativos registados nas últimas décadas no acesso à escola e na diversificação de públicos e oferta formativa, tudo a pretexto da necessidade de racionalização da rede escolar, em grande medida forçada pela crise económico-financeira e pelo imperativo das medidas de austeridade; por outro lado, os dinamismos educativos e formativos que tinham eclodido nos vários espaços e tempos da cidade foram, por sua vez, conquistando outros atores e fomentando novas abordagens cognitivas do quotidiano. As ideologias da aprendizagem ao longo da vida entranharam-se no senso-comum e foram alimentando as expectativas legítimas de indivíduos e de instituições, dando a impressão que estaria em curso a “desformalização” da educação profeticamente anunciada no relatório Faure (1973) nos alvores da educação permanente. Fora do marco institucional da escola refulgiam-se experiências de educação e de aprendizagem na transversalidade das idades e fases de vida (muito embora mais intensamente entre crianças e jovens), dando expressão a toda uma miríade de possibilidades postas à disposição dos sujeitos para a construção diferenciada dos seus percursos de vida. Mas as escolas também se desensimesmaram e procuraram no exterior parcerias educativas, ao mesmo tempo que ofereciam atividades aos alunos sob a forma de clubes temáticos, projetos, desporto, expressões artísticas, entre outras atividades não diretamente articuladas ao core curriculum. No fundo, estes dinamismos educativos, na escola e para além dela, nas interseções e ensaios de intra e inter-contextualização do sujeito na cidade, suscitaram igualmente múltiplos olhares e interesses sobre os fenómenos em atualização no universo abrangente da Educação. Por conseguinte, a sincronia entre a crise da escola e a maior visibilidade de contextos e processos de educação não-escolar apontadas por Afonso (2001) tinham agora outros contornos de natureza e alcance diversos, provavelmente “mais amplos e heterogéneos” e a carecer de abordagens mais sustentadas teórica e empiricamente. E foi justamente para explorar os sentidos que se tecem e entrecruzam entre os centros e as periferias educativas, dando particular atenção às relações de força, às narrativas e significações sociais existentes e que se foram construindo entre ambos, que o I Colóquio/Encontro e as presentes atas se propuseram realizar, procurando-se, à partida, reposicionar o debate sobre as dimensões não-formais e informais em educação. Este evento surgiu, assim, num momento em que o capital de conhecimentos e de saberes sobre o não-escolar começava a ganhar maior visibilidade, fazendo, por isso, todo o sentido apreender o pulsar teórico, empírico e reflexivo que se denotava de forma avulsa ou dispersa em outras reuniões e eventos científicos. O desafio também se colocava num plano de aferição da sustentabilidade das linhas de investigação trilhadas em torno daquelas dimensões educativas, sobretudo quando já então estava em curso o fim de programas (e.g. Novas Oportunidades, centros RVCC) que tinham propiciado novas experiências profissionais e inspirado muitas pesquisas ancoradas nos fundamentos da perspetiva integrada da educação, em particular nos modos educativos não-formal e informal. (...)
TypeConference proceedings
Description"3 Volumes: Volume I: [pp. 1 – 680] ; Volume II: [pp. 681 – 1292] ; Volume III: [pp. 1293 – 2110]". ISBN: 978-989-8525-27-7
URIhttp://hdl.handle.net/1822/37711
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEd - Volume de Atas / Proceedings

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Atas ICICSE_IIIESE_Vol I.pdfVolume I11,9 MBAdobe PDFView/Open
Atas ICICSE_IIIESE_Vol II.pdfVolume II10,43 MBAdobe PDFView/Open
Atas ICICSE_IIIESE_Vol III.pdfVolume III13,42 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID