Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/37684

TitlePrograma de Intervenção e Educação em Saúde Antibullying (PIESA): validação através do método DELPHI
Author(s)Yoshinaga, Andréa Cristina Mariano
Pereira, Beatriz Oliveira
Hayashida, Miyeko
Sampaio, Julliane M. C.
Oliveira, Wanderlei Abadio de
Silva, Marta Angélica Iossi
KeywordsEnfermagem
Bullying
Intervenção
Escola
Issue dateJul-2015
PublisherInstituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Educação (ESE-IPP)
Abstract(s)Para a construção de um modelo prático de intervenção antibullying é necessário dotar as escolas com instrumentos institucionais, pedagógicos e disciplinares, para que possam concretizar sua função formativa e socializadora. Para tanto é fundamental envolver a gestão escolar, estabelecer espaços de discussão a partir do seu projeto educativo e contemplar experiências lúdicas, como um dos eixos do trabalho educativo, e a articulação com a rede social básica, a exemplo da área da saúde. Assim objetiva-se apresentar a proposta de um programa de intervenção antibullying na escola, os resultados da validação e sua pertinência para atuação do enfermeiro no contexto escolar. O programa foi denominado de Programa de Intervenção e Educação em Saúde Antibullying – PIESA e é composto por 6 domínios e 25 recomendações. O método Delphi foi utilizado para a obtenção do consenso entre 11 especialistas. Cada domínio e recomendação foram considerados adequados ao programa de intervenção quando obteve entre os especialistas o valor igual ou superior a 80% de consenso. Após a primeira rodada de avaliação do programa, observou-se que a maioria dos domínios apresentou concordância total, ou seja, 100% de consenso quanto a sua relevância. Os domínios que apresentaram concordância parcial ainda apresentaram um alto grau de consenso, ou seja, acima de 80% quanto a sua relevância. Na segunda rodada a recomendação que insere a participação do enfermeiro no planejamento escolar obteve 90,9% de consenso entre os especialistas, afirmando que o programa delineado atende às prerrogativas da atuação do enfermeiro no contexto escolar. A atuação do enfermeiro na escola e a promoção da educação dialógica, crítica e reflexiva fundamentada particularmente em metodologias ativas e participativas poderão possibilitar uma postura proativa, crítica e emancipatória dos alunos para o enfrentamento das situações do bullying entre pares.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/37684
ISBN978-972-8969-11-0
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEC - Textos em atas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PROGRAMA INTERV_YOSHINAGA ET AL_SIEFLAS2015.pdf386,03 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID