Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/37567

TitleConstituição de amostras em estudos sobre dislexia
Other titlesConstitution of samples in studies on dyslexia
Author(s)Gomes, Cristina Maria da Silva
Advisor(s)Lopes, João A.
Elliott, Julian
KeywordsDislexia
Critérios de inclusão
Constituição de amostras
Dificuldades de aprendizagem
Dyslexia
Inclusion criteria
Sample constitution
Learning disabilities
Issue date2015
Abstract(s)A literatura não é consensual quanto à definição, causas e principais características da dislexia e, consequentemente, quanto ao seu diagnóstico. Tal facto tem algumas implicações teóricas e práticas aparentemente evidentes, mas tem igualmente implicações menos evidentes, que raramente são consideradas na literatura, como é o caso da constituição de amostras de sujeitos disléxicos em estudos empíricos. Tendo por base uma pesquisa bibliográfica com cerca de 689 artigos, publicados entre os anos de 1996 e 2014, o presente estudo pretendeu identificar os critérios de constituição das amostras em estudos sobre dislexia e avaliar o seu grau de homogeneidade. Os resultados sugerem a ausência de procedimentos estandardizados na constituição de amostras de sujeitos disléxicos. Verifica-se ainda que, para além da variedade de critérios de inclusão utilizados, os investigadores reconhecem num número significativo de profissionais as competências científicas e legais para a realização do diagnóstico de dislexia. Para além disso, os resultados mostram que os investigadores não são ainda capazes de distinguir de forma fiável grupos de sujeitos disléxicos e de sujeitos com outras dificuldades de aprendizagem da leitura que não a dislexia.
There is no clear consensus on the literature about the definition, causes and main characteristics of dyslexia as well as about its diagnosis. This drawback has some obvious and other not so obvious implications that are seldom considered in the literature, such as the inclusion and exclusion criteria in samples of dyslexic subjects. The present study intends to identify the criteria used by researchers in the constitution of samples of dyslexic subjects in empirical studies, and to understand the degree of homogeneity of these samples. Six hundred and eighty nine articles published between 1996 and 2014 in specialized journals, involving samples of dyslexic subjects, were reviewed. The results suggest that there is a significant variation in the inclusion and exclusion criteria used by researchers in the constitution of samples of dyslexic subjects. Also there are a significant number of different professionals involved in the diagnosis of dyslexic subjects in clinical samples. The results still suggest that researchers are not yet able to reliably discriminate between samples of dyslexic subjects and samples of subjects with other kinds of learning disabilities.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Psicologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/37567
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cristina Maria da Silva Gomes.pdf1,85 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID