Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/36423

TitleMobilidade sustentável no acesso a Campi Universitários: estudo de caso: Universidade do Minho
Other titlesSustainable mobility in the access to University Campuses: case study: University of Minho
Author(s)Meireles, Tânia Filipa Araújo
Advisor(s)Ribeiro, Paulo
KeywordsMobilidade sustentável
Campus universitário
Universidade do Minho
Transportes
Modos suaves
Sustainable mobility
University campus
Minho´s University
Transports
Soft mods
Issue date2014
Abstract(s)Atualmente, a gestão eficiente de recursos naturais do planeta torna-se cada vez mais urgente e necessária, uma vez que a utilização descontrolada dos mesmos pode conduzir à escassez de alguns que poderão não estar disponíveis para as gerações futuras. Neste âmbito surgiu o conceito de Sustentabilidade. Este conceito poderá ser aplicado em várias áreas, sendo uma delas os transportes, ou seja, criando um sistema de transportes que gaste menos recursos energéticos e minimize os impactes ambientais, económicos e sociais, salvaguardando, desta forma, as próximas gerações, surgindo o paradigma da mobilidade sustentável. A sustentabilidade associada à mobilidade está intrinsecamente relacionada com a escolha de modos de transportes mais sustentáveis, como os modos suaves (bicicleta, andar apé) e a utilização de transportes públicos. Para que tal seja possível é necessário impor uma mudança urgente no comportamento e hábitos instalados nas sociedades atuais, sendo por isso necessário desenvolver modelos de avaliação da aplicação do conceito de sustentabilidade à mobilidade que está relacionada com importantes Polos Geradores de Viagens, como é o caso das Universidades. De acordo com a dimensão um Campus Universitário poderá ter um funcionamento de microcidade e consequentemente, gerar fluxos de viagens significativos com consequências negativas no funcionamento do sistema de transportes e da própria cidade. Deste modo, é apresentado neste trabalho um modelo de avaliação da sustentabilidade no acesso a Campi Universitários, tendo por base uma análise dos padrões de mobilidade e da avaliação da correta adoção dos modos de transporte de acordo com competitividade dos diferentes meios de transporte segundo orientações sustentáveis. Neste âmbito é apresentado um estudo de caso para os Campi da Universidade do Minho, com a avaliação de cerca de uma amostra de 1500 inquéritos numa população de cerca de 15.000 utilizadores, concluindo-se que os padrões de mobilidade são dominados pelo uso do automóvel e que em ambos os campi não apresentam uma mobilidade que possa ser considerada sustentável, especialmente para o campus de Gualtar, onde segundo o modelo de avaliação proposto indica que a repartição modal sustentável deveria ser 45% modos suaves e 55% modos motorizados, verificando-se na realidade que é 17% e 83% respetivamente.
Nowadays an efficient management of our planet's resources is becoming an even greater issue due to its constantly increasing entropy, tending to the possibility of extinction or confinement of some elements that can be important for the future generations. In this context, the notion of Sustainable Development emerged. It is a concept that can be applied to several areas such as transportation, by the manner of creating a less energy consumer transport system and reducing environmental, economic and social impacts, safeguarding the welfare of future generations. The concept of sustainability apply to the mobility is intrinsically related with a more sustainable mode of transportation choice, like as soft modes (walking and cycling) and the use of public transportation. To make this possible it is necessary to urgently impose a change of attitude in today’s society behaviour. This is why it is so important and why there should be given a special attention to the development of evaluation models for the concept of sustainability in mobility witch is directly connect with important traffic Generation Center like University Campus. According to its dimension, University Campus can act as a small urban center therefor it can generate significant travel flows with negative impact in the transport system and cities activities. Due to this, it is presented in this document an evaluation model for sustainability verified at the access to University campus, analysing mobility patterns and transportation choices according to the competitive edge of different modes of transportation in order to accomplish sustainability patterns. In this context it is presented a case of study of Minho´s University Campuses, evaluating a sample of near 1500 surveys from a population close to 15000 users, concluding that the mobility patterns are ruled by the usage of car, having both campuses unsustainable mobility, especially Gualtar´s Campus, where the evaluation model conclude that 45% of users should have selected soft modes for transportation instead of 17% and 55% motorized mods instead of 83%.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Engenharia Civil
URIhttp://hdl.handle.net/1822/36423
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado
C-TAC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Tânia Meireles_2014.pdf3,95 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID