Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/3614

TitleQuando "nos alagamos no inferno": história, na língua, de uma mudança semântica
Author(s)Teixeira, José
KeywordsAlagar
Polissemia
Homonímia
Mudança linguística
Issue date2002
PublisherUniversidade do Minho. Centro de Estudos Humanísticos (CEHUM)
CitationHEAD, Brian F. [et al.], org. – “História da língua e história da gramática : actas do Encontro de História da Língua e História da Gramática, Braga, 2000”. Braga: Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho, 2002. ISBN 972-98621-9-2. p. 449-457.
Abstract(s)É muito difícil distinguir homonímia e polissemia. Difícil e talvez irrelevante. Fica claro que alagar=«derrubar, destruir» e alagar=«inundar» podem ser historicamente consideradas palavras homónimas. No entanto, para a organização que o falante faz do seu léxico mental, tal facto é absolutamente irrelevante.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/3614
ISBN972-98621-9-2
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CEHUM - Artigos em livros de atas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
alagar.pdf141,64 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID